PNR

PNR faz simulação de decapitações em frente ao Palácio de Belém

895

O Partido Nacional Renovador (PNR) partilhou um vídeo no Facebook onde simula decapitações e mostra que está contra a vinda de refugiados para a Europa.

Facebook

Mais sobre

O Partido Nacional Renovador (PNR), de extrema-direita, partilhou um vídeo no Facebook onde simula decapitações e mostra que está contra a vinda de refugiados para a Europa. O protesto tem o nome de “Islão, aqui, não” e pode ler-se na publicação do partido feita naquela rede social: “Na sequência de mais uma vaga de atentados no continente europeu, o PNR realizou neste sábado uma ação de protesto contra a Islamização da Europa, que teve lugar em frente ao Palácio de Belém, em Lisboa”.

Segundo o post do PNR, “mais de meia centena de pessoas compareceu para tomar parte ativa numa coreografia, simbólica, com mensagem forte, mas retratando a verdadeira face do Islão e da ameaça que ele representa. As decapitações selvagens que, há vários meses pareciam ser lá longe, na verdade já ensombram o coração da Europa, como sucedeu, aliás, esta semana, com o horrendo crime de degolação de um Padre católico dentro da igreja”.

Além das decapitações, o vídeo mostra alguns cartazes com António Costa, Durão Barroso e François Hollande como os principais responsáveis por esta situação.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Economia

As reformas que nunca te farei

Luís Teles Morais
134

A falta de sentido estratégico e de condições políticas levam a uma conclusão dramática: palavras não têm faltado, mas as reformas ficam para mais tarde. Já teremos naufragado entretanto?

Governo

Pode alguém pedir que se aja com escrúpulos?

Rita Fontoura
544

A falta de escrúpulos está a destruir o nosso país. Fomos enganados e estamos a ser enganados. É algo que não salta à vista e por isso engana, o que não espanta já que quem nos governa teve bom mestre

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)