Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Rúben Cavaco já não está em coma induzido. O jovem de 15 anos agredido pelos filhos do embaixador do Iraque vai sair dos cuidados intensivos e ser transferido para a unidade de cirurgia pediátrica do Hospital de Santa Maria, onde foi assistido nos últimos dias. De acordo com uma fonte próxima à família, o rapaz natural de Ponte de Sor não reconheceu a mãe quando despertou do coma.

Esperam-se para breve as declarações da família do rapaz, que afirmou à comunicação social que só falaria sobre o caso quando a saúde do jovem portalegrense estivesse mais estável.

Os dois filhos do embaixador do Iraque – os gémeos com 17 anos que admitiram ser os autores da agressão – defenderam-se numa entrevista dada em exclusivo à SIC, dizendo que também eles foram agredidos e vítimas de comentários preconceituosos. A embaixada do Iraque em Lisboa diz não fazer mais nenhuma declaração enquanto o processo estiver em desenvolvimento. Estas notícias surgem minutos depois de a imprensa iraquiana avançar que o embaixador do Iraque em Lisboa foi chamado de urgência a Bagdade, na sequência do caso de agressão dos seus dois filhos ao rapaz de 15 anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR