Curiosidades Auto

Quer dar uma espreitadela ao automóvel do futuro?

Se quer saber como será o carro de amanhã, nós podemos dar uma ajuda. Analisámos os protótipos mais sumarentos que os construtores apresentaram no Salão de Paris e mostramo-los um a um. Em pormenor.

Se é daqueles que apenas querem conhecer os detalhes dos automóveis que já estão à venda, ou que deverão chegar ao mercado nos próximos meses, e não ligam em absoluto aos protótipos e concept cars mais ousados e futuristas que os fabricantes apresentam volta e meia, saiba que faz mal. Isto se tiver alguma curiosidade em relação a como será o automóvel que vai poder adquirir dentro de três ou cinco anos.

Dificilmente encontrará uma indústria tão ágil quanto a automóvel, onde o que hoje é o máximo, amanhã pertence ao passado, seja porque a tecnologia, o mercado ou os desejos dos consumidores evoluíram mais depressa e em direcção diferente ao que era expectável. E, se não acredita, damos-lhe dois exemplos.

O primeiro chega-nos pela mão dos motores a gasóleo, que nos últimos anos caminhavam decididos face a um futuro risonho, dominando as vendas em grande parte dos países europeus e que hoje parecem condenados ao marasmo, ou até mesmo à extinção a prazo, pelo menos em alguns segmentos do sector.

Outro exemplo, não menos evidente, tem a ver com a condução autónoma. Todos os fabricantes de automóveis sabiam há anos que esta tecnologia seria viável e exigida pelos consumidores, mas estavam igualmente convencidos que obrigaria a um moroso processo de desenvolvimento – poucos acreditavam que pudesse estar disponível em menos de uma dezena de anos – e que seria muito dispendiosa, demasiado para a maioria das bolsas. Hoje, e sobretudo depois de a Tesla ter provado que a condução semi-autónoma é uma realidade, todos os concorrentes se apressaram a desenvolver os seus veículos sem condutor. E se a maioria afirma estar em condições de lançar os primeiros modelos autónomos dentro de três a cinco anos, a Tesla já fez saber que dentro de um ano e meio pretende iniciar a comercialização do seu primeiro veículo 100% autónomo.

Os protótipos que lhe mostramos na fotogaleria são os mais representativos do momento e, se envergam diferentes emblemas, têm em comum um maior respeito pelo ambiente, recorrendo a motorizações que oscilam entre o 100% eléctrico e o híbrido plug-in, sempre a garantir uma determinada autonomia em que a electricidade é o combustível.

Depois, como o trânsito nas grandes cidades não vai melhorar, antes pelo contrário, entre os protótipos que seleccionámos, muitos propõem condução autónoma, para facilitar a vida aos condutores e incrementar o fluxo do tráfego citadino, minimizando os pequenos toques, as consequentes filas e o fastidioso pára-arranca. E se está preocupado perante a possibilidade dos carros de amanhã perderem personalidade e passarem a ser uns “ovinhos”, parecidos em demasia uns com os outros, sem qualquer vislumbre de emoção, saiba que não só a estética vai continuar a ser um elemento determinante e diferenciador, como potência é coisa que não vai faltar no automóvel do futuro. Pelo menos em alguns deles.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt
Crónica

Amorfo da mãe /premium

José Diogo Quintela

O Governo deve também permitir que, no dia seguinte ao trauma que é abandonar a criança no cárcere escolar, o progenitor vá trabalhar acompanhado pelo seu próprio progenitor. Caso precise de colinho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)