Milhares de manifestantes protestaram esta quinta-feira em Taipé contra propostas de lei que pretendem tornar Taiwan o primeiro local na Ásia a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, argumentando que os valores da família tradicional seriam enfraquecidos.

Manifestantes vestidos de branco e empunhando cartazes com slogans como “Ergam-se pela felicidade da próxima geração” encheram as ruas em torno do parlamento, onde uma comissão estava a debater o tema.

Os apoiantes dos direitos dos homossexuais estão cada vez mais esperançosos que o casamento entre pessoas do mesmo sexo se torne uma realidade sob a liderança do Partido Progressista Democrático, que controla o parlamento pela primeira vez.

No entanto, vozes críticas têm ganhado força desde que a proposta para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo passou na primeira fase no parlamento no início do mês.

Apesar de Taiwan ser considerado progressista em muitos aspetos, as suas raízes confucionistas traduzem-se num forte sentido de adesão aos valores tradicionais, como lealdade familiar e hierarquia social.