Lembra-se de lhe termos dito que os veículos da Audi vão conversar com os semáforos? Segundo a Audi, já falam. O fabricante de Ingolstadt acaba de confirmar que, em Las Vegas, nos EUA, já é possível adquirir um A4 ou o SUV Q7, desde que equipados com o Audi Connect, com uma tecnologia que permite aos veículos ligarem-se ao sistema informático rodoviário da cidade e, a partir daí, passarem a receber informações sobre a sinalização luminosa, podendo assim adaptar o ritmo da marcha em função dessa informação.

Graças à tecnologia de comunicação Veículo-Infraestrutura (V2I), os dois modelos da marca dos quatro anéis passam a poder receber as informações sobre os sinais luminosos emitidas pelos centros municipais de gestão de tráfego, através do parceiro da Audi nesta iniciativa, a Traffic Technology Services (TTS). É a esta empresa que cabe preparar a todo o momento os dados emitidos, fazendo-os chegar, através de uma ligação online de alta velocidade tipo 4G/LTE, em tempo real, ao computador de bordo dos Audi A4 e Q7.

De acordo com o fabricante, o primeiro serviço proporcionado pela tecnologia Traffic Light Information V2I (Informação de Sinais Luminosos Veículo-Infraestrutura) denomina-se Time-to-Green (Tempo para o Verde, em português) e traduz-se, basicamente, na faculdade que o sistema possui para, tomando em linha de conta a velocidade máxima permitida no local onde o veículo circula, projectar no Audi Virtual Cockpit se será ou não possível ao automóvel chegar ao próximo sinal luminoso com a luz verde acesa. Se não for, o sistema informa sobre quanto tempo falta até que o sinal fique novamente verde, permitindo assim ao condutor retirar o pé do acelerador e poupar combustível, ao mesmo tempo que alcança o sinal luminoso precisamente na altura em que este passa a verde.

Os nossos testes concluem que, graças a esta tecnologia, cerca de 20% dos automóveis não tiveram de travar e parar no sinal vermelho, poupando tempo ao condutor, mas também cerca de 15% em combustível”, nota o director do projecto Traffic Light Information, Michael Zweck.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Actualmente a cooperar com várias cidades norte-americanas com vista à disseminação da tecnologia, a Audi já anunciou que pretende implementar esta solução também na Europa. Aliás, decorrem já em cidades como Berlim, Ingolstadt, Garmisch-Partenkirchen e Verona projectos-piloto, sendo que, só na capital alemã, foram já ligados à rede cerca de 700 sinais luminosos no centro da cidade.

Há, no entanto, uma dificuldade: “a variedade de tecnologias de trânsito utilizada nas mais diferentes cidades”, aponta Zweck. Algo em que a Audi “tem vindo a trabalhar”, no sentido de contribuir para a harmonização desses mesmos sistemas. “Quando tal estiver concluído, já nada impedirá que passemos a fornecer a tecnologia Traffic Light Information também na Europa”, conclui Michael Zweck.

E no futuro, antecipa a marca, a tecnologia Traffic Light Information poderá ser também conectada com a Navegação Inteligente e, por exemplo, utilizada em modelos movidos a energias alternativas, como forma de ajudar à recuperação de energia.