O chefe do Executivo espanhol, Mariano Rajoy, foi reeleito neste domingo líder do Partido Popular, tendo recordado os anos em que José Maria Aznar esteve à frente do partido como “um orgulho” para os populares. Sobre Aznar, Rajoy disse ainda que os anos que esteve no comando do Governo são uma herança da qual beneficiaram todos os espanhóis.

Aos 61 anos, Rajoy recandidatou-se, sem opositores, à liderança do partido, que venceu na noite de sábado com 95% da votação do Congresso do PP, que hoje termina em Madrid. Rajoy manteve a maioria dos líderes partidários, incluindo Maria Dolores de Cospeda, ministra da Defesa, como secretária-geral do partido.