Outras das estreias agendadas para o Salão de Genebra levantou um pouco da ponta do véu a uma semana do evento helvético. O novo DS7 Crossback, o primeiro modelo da marca de luxo do Grupo PSA a ser produzido de raiz, vai ser revelado ao público e à imprensa mundial a 7 de Março, mas isso não impediu a marca francesa de divulgar as primeiras fotos oficiais do novo SUV.

Com 4,57 metros de comprimento, o novo modelo caracteriza-se por uma estética agradável, onde se destaca a grelha típica da marca. A bagageira é generosa, com 555 litros de capacidade, um pouco à semelhança do habitáculo, que recorre a bons materiais – os melhores a que a PSA pode deitar a mão, fazendo justiça ao posicionamento da DS acima das suas “irmãs” Peugeot e Citroën.

Se o espaço promete ser bom, o nível de equipamento será ainda melhor, com a DS a anunciar o Connected Pilot, um sistema de condução semi-autónoma (inclui manutenção de faixa de rodagem e programador de velocidade activo, capaz de funcionar entre 0 e 180 km/h). Disponível irá estar também o Park Pilot, que ajuda nas manobras de estacionamento, agindo sobre os pedais e volante, bem com o sistema Night Vision, uma câmara de infravermelhos que complementa os faróis de LED, para optimizar a detecção de obstáculos à noite. A DS Active Suspension destina-se a incrementar o conforto, avaliando as irregularidades que existem 5 metros à frente do veículo – através de uma câmara de vídeo –, preparando a suspensão para lidar com o problema.

A nível da mecânica, o DS7 Crossback também promete novidades, se bem que os motores mais acessíveis sejam já nossos conhecidos, pois equipam os restantes modelos do Grupo PSA, com destaque para os diesel BlueHDi de 130 e 180 cv, e os PureTech a gasolina, com 130 e 180 cv, além do THP de 225 cv. O principal motivo de interesse vai ser o motor híbrido que surgirá na Primavera de 2019 e que conjugará um motor a gasolina de 200 cv com duas unidades eléctricas de 109 cv cada, montadas no eixo traseiro (apesar de estarem limitadas a uma potência combinada de 122 cv). Denominada E-Tense, esta versão possui no acumulado 300 cv e a bateria de iões de lítio montada sob o banco posterior, com uma capacidade de 13 kWh, assegura ao DS7 Crossback uma autonomia em modo 100% eléctrico de 60 km. O novo DS estará à venda no último trimestre de 2017.