Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Dado a conhecer em Novembro último, então já com a pretensão assumida de lutar pelo título de automóvel eléctrico de produção mais rápido do mundo, a verdade é que o NIO EP9 não se tem cansado de procurar justificar tais ambições. Depois de ter conseguido cumprir uma volta ao traçado alemão de Nürburgring em 7 minutos e 5,12 segundos, o superdesportivo foi até Circuito das Américas, em Austin, EUA, para voltar a deixar gravado o seu nome, com dois recordes: o de veículo de produção mais rápido a realizar uma volta à pista norte-americana, assim como o de automóvel mais rápido a cumprir esse mesmo trajecto sem qualquer intervenção humana!

Relativamente a estes dois feitos, que vêm ajudar a reafirmar a pretensão da NextEV de requerer para o seu EP9 o título de automóvel eléctrico de condução autónoma mais rápido do mundo, importa destacar, desde logo, o tempo obtido pelo superdesportivo na volta sem condutor: 2 minutos e 40,33 segundos. Marca alcançada, sublinhe-se, com o modelo a atingir a velocidade máxima de 257,4 km/h, tornando-se assim também no automóvel autónomo a cumprir o trajecto à velocidade mais elevada.

[jwplatform SSu7o56A]

Já com o condutor no posto de comando, o NIO EP9 conseguiu como melhor volta ao traçado 2 minutos e 11,33 segundos, atingindo como velocidade máxima os 273,5 km/h. Registo que, também pelo facto de ter sido alcançado num track day, ou seja, com outros carros em pista, torna-se ainda mais incrível.

A NextEV, companhia chinesa que desde 2014 disputa igualmente o Campeonato do Mundo de Fórmula E, prepara agora uma apresentação pública do NIO EP9 a 10 de Março, durante o evento de cinema, música e tecnologia South by Soutwest, que decorre precisamente em Austin.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR