O Papa Francisco veio a Fátima como “peregrino” para presidir à cerimónia de celebração dos 100 anos das Aparições de Nossa Senhora e para canonizar Jacinta e Francisco, dois dos pastorinhos que, em 1917, testemunharam a aparição.

Partiu de Monte Real passadas 24 horas, de regresso a Roma. Como se esperava, a passagem por Lisboa não fez parte de uma visita exclusivamente ligada a Fátima.