Aproveitar menus de chorar por mais

Gyosas, yakitoris, sushi vegetariano ou sopa miso. Nos dias 16 e 17 de junho, o Bonsai celebra o dia internacional do sushi com um menu “all you can eat”. Por 25 euros por pessoa, qualquer amante de sushi vai poder encher a barriga até não poder mais no restaurante do hotel DoubleTree by Hilton Lisbon Fontana Park — à enumeração já feita acrescentam-se ainda os sashimis, os hot rolls e os uramakis. A diversidade estende-se à carta da sobremesa, com a panacotta de baunilha e sésamo ou o cheesecake de gengibre. Não esquecer que as reservas são obrigatórias e podem ser feitas através do número 21 041 0600 (os jantares são servidos entre as 19h30 e as 23h).

O menu “all you can eat” do Bonsai vai estar em vigor a 16 e 17 de junho. © Divulgação

Também o Tsubaki, igualmente perto do Saldanha, celebra a efeméride com um menu especial. De 19 a 25 de junho, o restaurante vai apostar num menu de almoço, também em formato “all you can eat”, por 14,90 euros por pessoa (sobremesa em trio incluída). Desse menu fazem parte as novas criações do chef Flávio Barbosa, que juntam a cozinha japonesa à portuguesa: falamos de sardinha em oshizushi, niguiri de sardinha, gunkan de ananás e bruschetta japonesa de sardinha, entre outras opções.

No Tsubaki o menu especial de almoço vai durar uma semana e custar 14,90 euros. © Divulgação

No Home True Sushi de Viseu — restaurante com serviço de take away do grupo Everything About Sushi, com uma ementa preparada e assinada pelo chef Paulo Morais — também se celebra o dia internacional do sushi. Tanto ao almoço como ao jantar, no dia 18 haverá um prato especial de 32 peças de sushi, no valor de 28 euros, para partilhar. O desafio do restaurante passa por convidar os clientes a trazer alguém que nunca tenha comido sushi, sendo que ao fazê-lo ganham um voucher de 10 euros para uma nova refeição (serviço válido apenas no restaurante; aconselham-se reservas a partir dos números 93 333 0867 e 23 239 6351).

Fazer sushi em casa como se fosse um chef

Já antes conversámos com Paulo Morais, que tanto percebe dos rolinhos à base de algas, arroz e peixe cru. Na altura, o chef sugeriu ao Observador 10 mandamentos para fazer bom sushi em casa, o que passava inevitavelmente por escolher o salmão por ser um peixe que apresenta menores riscos para a saúde (e o qual pode ser combinado com pickles, manga verde ou ainda com um cremoso abacate). Outro truque à data partilhado estava relacionado com as algas, que devem ser crocantes e que só estão boas quando, dobradas à mão, se partem e emitem um estalido próprio. O que era verdade então, continua a ser verdade agora.

Comer sushi e fazer boa figura

Por falar em mandamentos, também os há quando o assunto é fazer boa figura e conseguir comer sushi sem quebrar as regras de etiqueta — o que, em boa verdade, pode ser mais complicado do que preparar a iguaria nipónica na cozinha lá de casa. Já antes o Observador tinha falado sobre o assunto mas, com a data simbólica e internacional a chegar, não é demais recordar. As dicas passam, então, por não usar o oshibori para refrescar a cara ou outras partes do corpo (a toalha húmida destina-se apenas às mãos), não cruzar os pauzinhos, que é uma das superstições mais óbvias a eles associadas, ou não comer diretamente dos combinados — cada pessoa deve tirar as peças que quer comer para o prato.

Ir às compras (porque o sushi está em todo o lado)

Em tempos de criatividade, o mais certo é dar de caras com o sushi fora do prato. É o caso das Havaianas Top Honey, um novo modelo inspirado na comida japonesa. Disponíveis em rosa pérola e em amarelo claro, os chinelos apresentam estampados divertidos, numa ode ilustrada ao sushi. Mas o que não falta são objetos do quotidiano inspirados na mesma temática, desde divertidas meias a canetas pouco usuais, passando pelas gomas de sushi e pelos postais com mensagens muito apropriadas, tal como uma muito cool “This is how I roll”.

5 fotos