Raphael Guerreiro voltou a falhar esta terça-feira o treino da seleção portuguesa de futebol e é baixa certa para o duelo com o Chile, das meias-finais da Taça das Confederações, enquanto Bernardo Silva já esteve no relvado.

No centro de estágios do Rubin Kazan, nos arredores da cidade russa, Bernardo Silva trabalhou à parte dos restantes companheiros de equipa e fez exercícios em conjunto com o fisioterapeuta António Gaspar. O novo jogador do Manchester City lesionou-se no último sábado, frente à Nova Zelândia (4-0), em São Petersburgo, no lance que resultou no segundo golo de Portugal.

Na defesa, Raphael Guerreiro continua sem ter condições para treinar e vai falhar o jogo com os chilenos, em Kazan, que será a primeira meia-final da Taça das Confederações. O lateral esquerdo, que deverá voltar a ser rendido por Eliseu, lesionou-se na segunda jornada frente à Rússia (1-0) e não voltou mais a participar nos treinos da formação lusa.

Nos 15 minutos da sessão que foram abertos à comunicação social, com mais de 100 jornalistas a assistir, o selecionador Fernando Santos contou com 21 jogadores, que efetuaram os habituais exercícios de aquecimento, primeiro sem bola e depois com. Nesse período, como tem sido habitual, Fernando Santos, sempre com um ar muito pensativo, esteve distante do grupo de trabalho, e foi o adjunto Ilídio Vale a dirigir as operações.

Mais tarde, às 17h00 (15h00 horas de Lisboa), o selecionador Fernando Santos e um jogador ainda a designar vão fazer a antevisão do meias-finais da Taça das Confederações, na Arena Kazan. A partida tem início agendado para as 21h00 (19h00).