Os 50 desafios do jogo da “Baleia Azul” agitaram recentemente as autoridades um pouco por todo o mundo. No Brasil, Matheus Moura da Silva, de 23 anos, foi detido esta terça-feira depois confessar ter angariado 30 vítimas. Vai responder por crimes de associação criminosa, tentativa de homicídio e agressão à integridade física, segundo o jornal O Globo.

A detenção foi feita em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, na operação Aquarius, que pretende identificar “curadores” da “Baleia Azul”. Os mandados de busca permitiram a apreensão de telemóveis e computadores do jovem, que se confessou responsável por cobrar o cumprimento das tarefas do jogo.

O início da investigação foi do zero. Não tínhamos vítimas, autores ou material, mas abrimos inquérito como precaução. E conseguimos salvar vítimas: crianças que estavam prestes a matar, ou que chegavam à esquadra muito mutiladas. Conseguimos salvar vidas”, disse Fernanda Fernandes, responsável pelo caso.

Na conferência de imprensa, a polícia informou que ainda está a investigar e que “curadores” de outros estados do Brasil estão a ser identificados. Todas as vítimas que se dirigiram às autoridades especializadas foram encaminhadas para acompanhamento psicológico.

A história, os casos e os alertas do jogo “Baleia Azul” em nove pontos