629kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Cristiano Ronaldo entra no mundo das "apps"

Este artigo tem mais de 5 anos

O craque do Real Madrid é agora o acionista maioritário da agência portuguesa Thing Pink e entra assim no mundo das aplicações digitais.

A Thing Pink é a empresa responsável pela tecnologia no museu CR7
i

A Thing Pink é a empresa responsável pela tecnologia no museu CR7

GREGORIO CUNHA/EPA

A Thing Pink é a empresa responsável pela tecnologia no museu CR7

GREGORIO CUNHA/EPA

Cristiano Ronaldo comprou a participação maioritária da portuguesa Thing Pink, dando o pontapé de saída no mundo das “apps”. A notícia está a ser avançada pelo jornal Eco, depois de o próprio futebolista ter dado a entender, há dias, que vinham aí novidades. Na calha está um novo projeto digital — 7egend — com o slogan “Digital Transformers”.

Fonte próxima de Cristiano Ronaldo confirmou ao jornal a criação de 7egend, “uma aposta do Cristiano Ronaldo num setor cada vez mais presente no quotidiano das pessoas, tendo escolhido parceiros que lhe dão as maiores garantias de qualidade e criatividade”.

E o próprio futebolista já tinha denunciado as novidades na sua conta de Facebook, com um curto vídeo, publicado a 7 de julho, onde se pode ler “7egend” e “Digital Transformers”, exatamente o mesmo que surge quando se abre o site da Thing Pink.

A Thing Pink, com escritórios em Lisboa e no Porto, é a empresa responsável pela tecnologia no museu CR7, no Funchal, e pelas “apps” de inúmeras empresas. E vai lançar um novo projeto na área digital: a 7egend.

A aposta de CR7 no mundo dos negócios não é de hoje. Primeiro voltado para a hotelaria, depois para o mundo do fitness com a inauguração, este ano, de uma rede de ginásios, e agora com as “apps”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.