O bielorrusso Aliaksei Nichypar foi o único a lançar mais de 20 metros na primeira tentativa do lançamento do peso (20.09). Nos segundos lançamentos, Marius Andrei passou a liderar o concurso com 20.12. Nesta altura, Francisco Belo estava na sétima posição, com um 19.24 e um nulo. Até que se fez história: o português lançou a 20.86, batendo o recorde pessoal e conseguindo um registo que lhe daria a primeira medalha de ouro de Portugal nas Universíadas de Taipé. Com mais um pormenor: o segundo melhor registo do português, 20.64, ficou bem à frente da medalha de prata, o polaco Konrad Bukowiecki, que fez 20.16.

Belo de OURO! Orgulho de um país! ???????? ???? #ganharofuturo #teamPOR

Posted by FADU Portugal on Wednesday, 23 August 2017

Até agora, a grande conquista internacional de Belo tinha sido o terceiro lugar na Taça da Europa de Lançamentos deste ano, em Las Palmas (20.52). Por isso, o atleta que frequenta a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa não conteve as lágrimas no momento de festejar num ano especial onde terminou o curso, faltando apenas a tese de mestrado e a escolha da especialidade que irá agora seguir.

Aos 26 anos, Francisco Belo, que bateu duas vezes o recorde nacional do lançamento do disco (algo que também faz como forma de aliviar a pressão), começa a assumir um papel de maior relevo também no peso, depois do 29.º lugar nas qualificações dos Campeonatos do Mundo de Londres, há duas semanas. Aí, o português ficou pelos 19.47, tendo feito ainda um lançamento de 18.28 e um nulo.

????OURO! Francisco Belo bate o recorde pessoal e bate toda a concorrência para conquistar a medalha de ouro na Taipei 2017 Universiade – 世大運. #ganharofuturo #SUTaipei17

Posted by FADU Portugal on Wednesday, 23 August 2017

Nascido em Castelo Branco, Francisco Belo, que revelou numa entrevista recente ao Expresso que odiava desporto e era aluno de 3 “à rasca”, começou desde cedo a demonstrar apetência para os lançamentos, quando estava no Bairro do Valongo. Foi depois campeão de juvenis do peso, passando a representar a Juventude Vidigalense onde se sagrou campeão nacional de juniores… do disco. No final de 2010, o lançador mudou para o Sporting, onde dominou por completo as provas nacionais de Sub-23. Após uma fugaz passagem pelo Desportivo de Castelo Branco, chegou ao atual clube, o Benfica, por quem bateu o recorde nacional do disco.

De recordar que esta foi a segunda medalha do dia para Portugal, depois da prata conquistada por Rui Bragança ao final da manhã (final de tarde em Taipé) na categoria de -58kg de taekwondo.

Universíadas. Rui Bragança ganha medalha de prata no taekwondo