O Presidente norte-americano, Donald Trump, declarou na sexta-feira o estado de catástrofe natural a pedido do governador do Texas, que este sábado vai ser atingido pelo furacão Harvey.

“A pedido do governador do Texas, já assinei a declaração de catástrofe natural, que liberta todo o poder de assistência do governo” federal, anunciou Trump através da rede social Twitter.

Antes, o governador do Texas, o republicano Greg Abbot, advertiu a população de que o Estado iria sofrer “inundações históricas” e pediu que se prepare para “um grande desastre”.

O furação Harvey ameaça toda a região costeira com inundações catastróficas.

O Harvey ganhou na sexta-feira intensidade, atingindo o nível 3 da escala de Saffir-Simpson, e o governador do Texas, onde o furacão deve tocar terra, pediu ao Presidente Donald Trump que decrete o estado de catástrofe natural.

O Harvey deve “entrar” pela costa central do Texas (sul) durante a noite e as autoridades estaduais temem que seja o pior a atingir o estado desde pelo menos 2008.

Segundo o Centro Nacional de Furacões, o Harvey registava durante a noite de sexta-feira ventos máximos de 195 quilómetros/hora.

Num boletim emitido às 14h00 locais (19h00 em Lisboa), o centro indicava que o furacão estava a cerca de 120 quilómetros a sul-sudeste de Corpus Christi e se desloca para noroeste a uma velocidade de 17 quilómetros/hora.