Futebol

Treinador do Paços de Ferreira relativiza incidente com Sérgio Conceição, diz que não houve cuspidela

João Henriques desvalorizou o episódio com Sérgio Conceição no final do jogo contra o FC Porto, esclarecendo que não houve cuspidela.

JOSÉ COELHO/LUSA

O treinador do Paços de Ferreira, João Henriques, desvalorizou esta segunda-feira o episódio com Sérgio Conceição no final do jogo de futebol que o FC Porto perdeu, esclarecendo que não houve cuspidela.

“Não, não houve cuspidela nenhuma. Foi só um desabafo no final do jogo, em que, como toda a gente viu, [o Sérgio Conceição] não me quis cumprimentar e desabafou naquele momento de frustração. Foi uma situação absolutamente normal, mas, como também toda a gente concorda, incorreta na questão do cumprimento. Tudo o resto são situações normais do futebol”, disse hoje João Henriques, em declarações à agência Lusa.

O técnico pacense falou em “emoções do momento”, próprias de um “final de jogo”, e que “a situação está ultrapassada”.

“Depois do jogo, nas conferências de imprensa, dissemos o que tínhamos a dizer, e, a partir de agora, é tudo normal entre dois profissionais de futebol”, explicou.

João Henriques disse ainda que não é pessoa de guardar rancor e, por isso, não terá problemas em voltar a estender a mão a Sérgio Conceição numa próxima ocasião.

“É assim que entendo que deve acontecer entre colegas de profissão, as pessoas devem cumprimentar-se no final dos jogos. Para mim, é uma situação fácil de ultrapassar. Sem rancor algum”, acrescentou.

Para o técnico pacense, o mais importante do jogo com o FC Porto foi o significado que a vitória (1-0) poderá ter junto da equipa nas oito jornadas que faltam disputar da I Liga.

“Este jogo pode ser o tónico para começarmos a fazer aquilo que devíamos de ter começado mais cedo, procurando aliar as exibições aos resultados. Temos já um jogo importante no Estoril Praia nesta nossa caminhada de estabilizar a equipa na tabela classificativa. Esta vitória vem dar esse alento para enfrentarmos estas últimas oito jornadas”, concluiu.

O FC Porto caiu no domingo em casa do Paços de Ferreira, perdendo por 1-0 e sofrendo a primeira derrota para o campeonato, o que permitiu que o Benfica fechasse a 26.ª jornada a dois pontos e o Sporting, em caso de triunfar esta segunda-feira em Chaves, ficar a cinco.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Ensino Superior

As propinas: uma história muito mal contada

Jose Bento da Silva

A questão não são as propinas. Isso é de fácil resolução. O desafio é: qual o modelo de gestão que queremos para as nossas universidades? O modelo atual não passa de um circo pago pelos contribuintes.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)