Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Sergei Karasev vai arbitrar o jogo do Sporting frente ao Atlético de Madrid, na próxima quinta-feira, em jogo a contar para a primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa. Quando se ouve a primeira vez, o nome do russo não diz nada; quando se faz uma pequena pesquisa no Google, as memórias estão até bastante presentes.

A verdade é que este será o segundo jogo do Sporting que Karasev vai apitar: em outubro de 2014, foi ele o árbitro da ida a Gelsenkirchen para defrontar o Schalke 04 na fase de grupos da Liga dos Campeões. E essa foi uma partida de má memória para os adeptos do clube leonino, que saíram da Alemanha com uma derrota por 4-3 e muitas queixas relativas à arbitragem.

A jornada europeia até começou bem, com um golo de Nani logo aos 16 minutos. O resto da história deu-se ao minuto 33, quando o central Maurício foi expulso por acumulação de amarelos. O cartão vermelho ao brasileiro mereceu muitas críticas do banco do Sporting – então chefiado por Marco Silva – já que a falta nada mais pareceu do que um encontrão entre o sportinguista e o jogador alemão. A verdade é que Maurício saiu, os leões ficam a jogar com dez e, no minuto seguinte, Chinedu Obasi fez o empate.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os protestos continuaram com o segundo golo do Schalke: no momento do passe, Huntelaar estaria em fora de jogo. O golo foi validado e Höwedes aumentou a vantagem. Depois o capitão Adrien Silva bisou e empatou o jogo. E aos 90 minutos, era esse, o empate, que parecia ser o resultado final. Mas, no terceiro minuto de descontos, foi assinalada uma grande penalidade para os alemães. Huntelaar cabeçeou contra a cara de Jonathan Silva e, numa primeira fase, Sergei Karasev nada assinalou. Mas o árbitro assistente, Vitali Meshkov, indicou que o lateral esquerdo tinha intercetado a bola com o braço.

Penálti para o Schalke, golo de Choupo-Moting e 4-3 para os alemães. No final da fase de grupos, o Sporting ficaria em terceiro – com menos um ponto do que a equipa de Gelsenkirchen – e seria relegado para a Liga Europa. Os alemães seguiriam em frente, mas foram eliminados nos oitavos-de-final pelo Real Madrid.

Na sequência da polémica arbitragem, o Sporting apresentou um protesto à UEFA. O Comité de Controlo, Ética e Disciplina do organismo considerou a reclamação “inadmissível”. Na próxima quinta-feira, Sporting e Sergei Karasev reencontram-se – desta vez, em Madrid.