Transportes Aéreos

Agência que controla o tráfego aéreo na Europa alerta companhias para possível bombardeamento na Síria

A Eurocontrol alertou as companhias aéreas para eventuais bombardeamentos na Síria, que podem interferir com o equipamento de navegação dos aviões. Operações da TAP não serão afetadas.

As imagens disponibilizadas pelo Flightradar mostram que os aviões estão a evitar o território sírio

A Eurocontrol, a agência responsável por controlar o tráfego aéreo europeu, pediu às transportadoras que tivessem cuidados redobrados ao sobrevoar a zona este do Mediterrânio “nas próximas 72 horas” devido a possíveis bombardeamentos na Síria. As imagens disponibilizadas pelo Flighradar, um serviço que permite rastrear os voos em tempo real, mostra claramente que os aviões estão a evitar território sírio.

Segundo o comunicado da Eurocontrol, emitido durante na noite de terça-feira e citado pela Reuters, o eventual lançamento de mísseis pode interferir com o equipamento de navegação dos aviões. Por essa razão, a Eurocontrol alertou as companhias aéreas para que tivessem essa possibilidade em consideração quando planeassem voos para a zona de este do Mediterrânio e para Nicosia, no Chipre.

Fonte da TAP adiantou à Agência Lusa que o aviso da Eurocontrol não terá qualquer impacto nas operações da operadora portuguesa, uma vez que esta não passa pela área referida.

Apesar de a agência não ter especificado a origem dos possíveis lançamentos, o alerta surge numa altura em que o Presidente norte-americano Donald Trump e seus aliados estão a discutir uma possível ação militar contra a Síria devido às suspeitas de que o governo de Bashar Assad terá usado armas químicas para atacar um bastião de rebeldes nos arredores de Damasco, no sábado passado. O ataque a Douma causou a morte de mais 7o pessoas, incluindo crianças.

Trump, que garantiu uma resposta rápida assim que a responsabilidade do regime sírio fosse provada, deixou entretanto um aviso aos russos, depois de Moscovo ter garantido que ia abater todos os mísseis que fossem lançados contra o território sírio: “Prepara-te, Rússia, porque eles estão a chegar, bons, novos e ‘inteligentes’!”, escreveu no Twitter.

Artigo atualizado pela última vez às 14h24

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
Investimento público

A tragédia de Pedro Marques

Inês Domingos
251

Com um quadro Centeno confessou inadvertidamente como foi um dos principais responsáveis pelo desastre de atuação de Pedro Marques, sendo que este também não foi capaz de aplicar os fundos de Bruxelas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)