Sporting

As novas mensagens que envolvem Desp. Aves e Tondela na teia de corrupção do Sporting

576

As mensagens reveladas pelo Correio da Manhã envolvem dois novos jogadores no alegado esquema de corrupção do Sporting. Tondela e Desp. Aves já reagiram. Esta é a explicação de todas as conversas.

Nelson Lenho terá sido corrompido logo na primeira jornada do campeonato

Autor
  • Mariana Fernandes

Mais um dia, mais mensagens de WhatsApp que levantam um pouco mais o pano sobre o alegado esquema de corrupção orquestrado por André Geraldes. Começou no andebol, arrastou-se para o futebol e é por lá que continua. Esta quarta-feira, soube-se que serão oito os jogos de futebol do Sporting, durante a temporada que agora terminou, que estão sob investigação.

As novas mensagens inserem-se no meio das primeiras que foram reveladas: ou seja, depois do jogo com o Vitória de Guimarães e antes de Paulo Silva, o intermediário, defender “Bruno”, o jogador do Feirense alegadamente subornado.

Se nessa primeira conversa a identidade deste jogador não ficava confirmada, agora torna-se claro que se trata de Bruno Nascimento, defesa central brasileiro do Feirense. E são acrescentados dois nomes: Nelson Lenho, capitão do Desp. Aves, que terá sido corrompido por outro intermediário que não Paulo Silva logo na primeira jornada do campeonato e Joãozinho, do Tondela.

Leia as novas mensagens reveladas pelo Correio da Manhã e a respetiva explicação.

A 27 de agosto, depois da goleada ao Vitória de Guimarães, o interlocutor João Gonçalves volta a contactar Paulo Silva: é tempo de “atacar”o Feirense, equipa que o Sporting defronta em Santa Maria da Feira, na 5.ª jornada do campeonato.

João Gonçalves: Vamos atacar o Feirense. Pensa num gajo. As regras são as mesmas. Só em caso de vitória e o gajo tem de estar mesmo connosco. Os valores depois falamos. Ainda não tenho dados concretos.

Paulo Silva: Estive aqui a ver na net e pensei no central brasuca Bruno Nascimento. Que dizes?

João Gonçalves: Pode ser uma boa opção. Logo já falamos melhor. Tenho de falar com o chefe.

Paulo Silva: Ok. Aguardo então. Até logo.

O “chefe” seria, novamente, André Geraldes. Paulo Silva sugere então Bruno Nascimento, central brasileiro de 26 anos. Mais tarde, o interlocutor apresenta os termos: só há pagamento se o resultado for uma vitória do Sporting e a proposta são 4 mil euros para o jogador e 500 para Paulo Silva. Os valores criam crispação entre os dois.

João Gonçalves: Podes avançar. Já sabes que só recebe se o resultado for a vitória. 4 mil mais os teus 500.

Paulo Silva: Ok. Mas eu ganho uma m… nisto e eles continuam a ir com os putos à missa. Se um dia isto dá raia eu estou f… e desamparado. Faço isto contrariado mas para combater o poder instalado tem de ser assim.

João Gonçalves mostra os primeiros sinais de descontentamento e revela que Paulo Silva não é o primeiro intermediário a fazer este tipo de contactos. Logo na primeira jornada, com o Desp. Aves — que curiosamente é o adversário do Sporting no domingo, na final da Taça de Portugal –, o lateral esquerdo Nelson Lenho terá sido corrompido. Nas imagens da partida, fica a ideia de que o defesa facilitou a progressão de Gelson Martins que deu origem ao primeiro golo dos leões.

João Gonçalves: Eh pá, não queres fazer não faças, eles logo arranjam outro. Na primeira jornada não fizeste nada e eles controlaram o Lenho. Portanto, se quiseres assim, tudo bem. Senão, é só dizeres.

Paulo Silva: Sabes que estou sem trabalho, preciso de comer. O Gonçalo tinha-me dito que me arranjaria alguma coisa junto de parceiros do Sporting e até agora nada.

João Gonçalves: Junto de parceiros do Sporting? Isso é que não, não pode haver nenhuma ligação tua a eles. Vou falar com eles e logo se vai arranjar alguma coisa, agora junto deles é que não. Nem o chefe quer de certeza, tu para eles não existes.

Paulo Silva dá a entender que Gonçalo Rodrigues, outro dos interlocutores com Geraldes e coordenador do Gabinete de Apoio ao Atleta e Modalidades Profissionais do Sporting, lhe tinha prometido um trabalho. João Gonçalves recorda a Paulo Silva que ele “não existe”. A tensão entre os dois é visível. João Gonçalves insiste. É preciso falar com Bruno Nascimento.

João Gonçalves: Estás a pensar falar com o brasuca quando?

Paulo Silva: Não sei, tenho de ver. Mas o jogo é só dia 8, temos muito tempo.

No dia seguinte, o interlocutor volta a tocar no assunto. Paulo Silva diz que já tem data marcada e Gonçalves recorda-o de que se tudo correr conforme previsto vão receber um prémio no final da temporada. O intermediário está “farto de promessas”.

João Gonçalves: Quando vais falar com o brasuca? Já tens o contacto?

Paulo Silva: Vou lá 2.ª feira. Tenho o número dele, vou marcar com ele. O jogo é 6.ª, não é?

João Gonçalves: Acho que sim. Mas atenção, muito cuidado. Se tudo correr bem, temos um prémio chorudo no fim da época.

Paulo Silva: Estou farto de promessas. Vamos indo, o final da época é só em junho. Caga para isso.

Paulo Silva: Vou falando com ele durante a semana, até ao dia D.

João Gonçalves: Não fales. Fala só no dia antes, para evitar armadilhas. Lembra-te do Freire, que se desbroncou todo. É preciso muito cuidado.

O alegado interlocutor de André Geraldes pede a Paulo Silva que só fale com Bruno Nascimento na véspera do jogo. E lembra-o de um caso que correu mal: a tentativa de suborno de Leandro Freire, defesa brasileiro que em 2016/17 jogava no Desportivo de Chaves.

Na altura, Freire foi contactado para integrar o esquema liderado por André Geraldes. Aceitou numa primeira fase mas acabou por recuar e denunciar as intenções do Sporting à direção do Chaves. O jogo em questão era o Desportivo de Chaves-Sporting, em janeiro de 2017, a contar para os quartos de final da Taça de Portugal. Os flavienses venceram por 1-0.

Depois do jogo com o Feirense – e apesar da vitória do Sporting, com um golo de grande penalidade ao sétimo minuto de descontos -, André Geraldes não terá ficado satisfeito com a prestação de Bruno Nascimento. João Gonçalves garante que não vai existir qualquer pagamento.

João Gonçalves: O chefe está todo f… O gajo não fez nada, não vai pagar nada.

Paulo Silva: Não fez nada??? Só podes estar a brincar.

João Gonçalves: Quem parecia que estava controlado foi o gajo que fez o penálti… agora ele, fez o quê? Se não fosse o outro a fazer aquele disparate tinham empatado.

Paulo Silva: Olha, João, nem comento. Faltas à entrada da área, espaço ao Dost, houve um lance em que entrou pela baliza adentro e aleijou-se…não fez nada??? Deve ter visto um jogo diferente, só pode. Não quer pagar não paga. Estou-me a cagar para isso, mas eu é que dou a cara e quero, pelo menos, receber o meu para fazer face às minhas despesas. Não sou a Santa Casa.

João Gonçalves: Sabes as regras. Só ganhas se tudo correr como o previsto. Mas vou falar com ele sobre isso e se não estiver satisfeito com o teu trabalho que arranje outro.

Paulo Silva: Por mim está completamente à vontade. Não estou é para filmes destes, não mesmo. Eu sou do Sporting, não sou do A, do B ou do C. Nem os conheço de lado nenhum, f… que é isto? Não paga??? Eu não sou remunerado pelo Sporting, não tenho cartões de despesas, estão f… comigo.

Entretanto, Paulo Silva fala com o jogador brasileiro. De acordo com o intermediário, Bruno Nascimento diz que ele próprio teria feito o penálti se o colega de equipa não tivesse cometido esse erro. André Geraldes reconsidera: mas paga apenas a Paulo Silva.

João Gonçalves: Falei com o chefe e ele paga as tuas despesas.

Dias depois, novo desafio. A 16 de setembro, o Sporting recebe o Tondela em Alvalade. Desta vez, a escolha do jogador a contactar não fica a cargo de Paulo Silva. O eleito é Joãozinho, lateral esquerdo que já alinhou pelos leões.

João Gonçalves: O próximo é o Tondela. Vais falar com o Joãozinho que já jogou no Sporting. Mas é a tua última oportunidade, se dizem que estão têm de estar. Não é dizerem uma coisa e fazerem outra. Depois arranjo o contacto ou arranja tu.

Paulo Silva: Ok. Não me está a dar nada. Última oportunidade???? Está certo.

João Gonçalves: Tens a certeza que está certo?

Paulo Silva: Acho que sim. Mas como já houve um porco que andou de bicicleta só no fim posso tirar ilações.

João Gonçalves: Ok. Era bom que corresse bem. Eles são capazes de perguntar se falaste com ele.

Paulo Silva: Perguntem e ele se for sério diz que alguém falou. Ele não sabe o meu nome.

O Sporting vence por 2-0. Ainda assim, Joãozinho é considerado um dos melhores jogadores em campo. André Geraldes fica furioso.

João Gonçalves: O gajo disse a eles que ninguém falou com ele. Ele foi dos melhores do Tondela. O chefe esta f….

Paulo Silva: Disse isso? Ele até pode dizer que o Porto fica no Algarve que a mim não me interessa. Sei bem que lhe ofereci 5 e sei o que ele me disse. Agora, se pôs a mão na consciência e se arrependeu nada posso fazer.

João Gonçalves: Eles pediram a uma pessoa amiga dele para lhe perguntar e ele disse que ninguém falou e se tivessem falado ele tinha ajudado.

Paulo Silva: Ahahah tretas.

João Gonçalves: Vê lá o que andas a fazer que eu não me quero f… com eles. Eles confiam em mim.

Esta quarta-feira, Paulo Silva, João Gonçalves, Gonçalo Rodrigues e André Geraldes foram detidos. Passaram a noite na Polícia Judiciária do Porto e ainda se aguardam medidas de coação. O Desp. Aves manifestou “total confiança” em Nelson Lenho e o Tondela pediu o “rápido e cabal esclarecimento da verdade”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Bruno de Carvalho

Bater no fundo /premium

Paulo de Almeida Sande

Que país somos, afinal? Seremos talvez o país da irreverência reverente, que tanto goza como adula, sejam líderes partidários sejam (sobretudo) presidentes dos (nossos) clubes. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)