O vestido de noiva de Meghan Markle ainda é tema — e o certo é que o casamento já passou, mas as críticas continuam. Uma delas partiu da cantora e júri do programa American Idol, Katy Perry, para quem faltou fazer alguns ajustes ao vestido da nova duquesa de Sussex. Mais: preferiu o vestido que Kate Middleton vestiu em 2011.

“Eu teria feito mais um ajuste”, comentou Katy Perry sobre o vestido de mangas compridas e costas fechadas, que lhe deixava a descoberto apenas os ombros — uma peça da casa de alta-costura francesa Givenchy. “Mais um ajuste, mas eu adoro-te”, disse ao Entertainment Tonight.

A cantora foi mais longe e chegou mesmo a dizer que preferiu o vestido que a duquesa de Cambridge vestiu no dia do seu casamento: “Kate, Kate, Kate ganhou, Kate ganhou”. Apesar das críticas que teceu à escolha da duquesa de Sussex, Katy Perry não deixou de mostrar a sua felicidade pelo casamento.”Estou tão feliz por eles”, disse, acrescentando que adora o facto de ela ser “uma feminista orgulhosa”. “Eu apoio-a como mulher e adoro-a e desejo-lhes o melhor”, disse por fim.

Mas não foi a única. Também o blogger de moda Bryan Boy manifestou a sua opinião no Twitter, onde escreveu: “A diferença entre a futura rainha e a princesa”. O blogger referia-se então a Kate Middleton e Meghan Markle, respetivamente.

https://twitter.com/bryanboy/status/997815713648791552?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.harpersbazaar.com%2Fcelebrity%2Flatest%2Fa20757993%2Fmeghan-markle-royal-wedding-gown-twitter-reactions%2F&tfw_site=harpersbazaarus

Na internet a opinião dividiu-se. Tanto houve quem adorasse o vestido, apesar da simplicidade, como quem o achasse “aborrecido”.

https://twitter.com/BBB_blog_MH/status/997807040134295553?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.harpersbazaar.com%2Fcelebrity%2Flatest%2Fa20757993%2Fmeghan-markle-royal-wedding-gown-twitter-reactions%2F&tfw_site=harpersbazaarus

Os esboços do vestido que Meghan usou foram divulgados na conta de Twitter do Palácio de Kensington, onde se podia ler que “a Duquesa e Waight Keller trabalharam juntas no desenho, sintetizando uma elegância minimalista intemporal”, em linha com o que é habitual na “icónica Casa de Givenchy.”