O PCP vai votar em bloco contra a proposta de legalização da eutanásia, que vai ser votada na próxima terça-feira, dia 29, na Assembleia da República. A notícia está a ser avançada pelo Diário de Notícias, que cita fonte partidária e acrescenta ainda que a confirmação será dada esta quinta-feira em conferência de imprensa e numa nota publicada no jornal Avante!.

A votação vai ser feita um a um, com cada deputado a ser chamado a votar individualmente. Sabendo-se que, aos votos contra da totalidade dos 18 deputados do CDS-PP se juntam agora os 15 do PCP, o fiel da balança passará a ser o PSD, partido que não decretou disciplina de voto para este tema. O PS, o Bloco e o PAN são favoráveis à legalização da eutanásia, embora na bancada socialista haja liberdade para votar em dissonância do partido.

Desta forma, caberá aos 89 deputados do PSD — onde há diferentes opiniões quanto a este tema — a possibilidade de decidir o desfecho desta votação.