Rádio Observador

Direitos Televisivos

Nowo, antiga Cabovisão, fica com os direitos da Liga dos Campeões e da Liga Espanhola que eram da Sport TV

195

A Nowo, antiga Cabovisão, adquiriu os direitos de transmissão exclusiva em direto da Liga dos Campeões e da Liga Espanhola de futebol. A Sport TV pode ainda avançar com a compra jogo a jogo.

Cada jogo da Liga dos Campeões custa 250 mil euros

AFP/Getty Images

A operadora Nowo, antiga Cabovisão, anunciou esta quarta-feira que assinou um acordo de licenciamento de conteúdos com a empresa distribuidora Eleven Sports para a aquisição dos direitos da transmissão exclusiva e em direto da Liga dos Campeões e da Liga Espanhola de futebol. A notícia surge um dia depois de ter sido revelado que a Eleven Sports adquiriu estes mesmos direitos, que pertenciam até aqui à Sport TV, durante três temporadas, já a partir da próxima época.

De acordo com o comunicado, citado pelo jornal Público, “o contrato que envolve a UEFA Champions League [Liga dos Campeões] contempla 138 jogos por temporada, desde a fase final de qualificação até à final da prova e passando pela fase de grupos. Inclui também a UEFA Super Cup – ou Super Taça Europeia, o tira-teimas anual entre os vencedores das competições Liga dos Campeões e Liga Europa da UEFA”.

Sport TV ainda pode avançar com a compra jogo a jogo

As únicas equipas portuguesas envolvidas na Liga dos Campeões na próxima temporada são o FC Porto e o Benfica. De acordo com o Expresso, um dos motivos que levou a Sport TV a não adquirir os direitos da competição foi o novo horário da Champions, já que, a partir desta temporada, os jogos vão começar às 18 e às 20 horas – e não às 19h45 como era habitual.

O mesmo jornal avança que a Sport TV pode agora avançar para a aquisição jogo a jogo, já que o valor da compra em pacote era incomportável para o canal português. Cada partida da Liga dos Campeões custa 250 mil euros. 

A Eleven Sports, que disponibiliza muitos dos seus conteúdos apenas online, já detém os direitos da Liga Espanhola no Reino Unido, na Polónia, na Bélgica e no Luxemburgo. A empresa, fundada em 2015, também transmite em países como Taiwan ou Singapura.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)