Amamentar em público: sim ou não? Para a modelo e mãe Mara Martin é só algo natural, que deve ser feito para responder a uma necessidade do bebé. A americana de 30 anos, que participou num desfile organizado pela revista Sports Illustrated, no domingo, quis mostrar isso mesmo e acabou por causar polémica. É que Mara Martin amamentou a sua bebé de cinco meses enquanto desfilava na passerelle.

“Não acredito que há manchetes comigo e com a milha filha a fazer uma coisa que faço todos os dias. É tão humilde e irreal, no mínimo. Estou muito grata por poder partilhar esta mensagem e, com esperança, normalizar a amamentação e mostrar aos outros que as mulheres podem fazer tudo“, escreveu a modelo na sua conta de Instagram.

A modelo, que desfilou com um biquíni dourado de um tecido brilhante, colocou uns headphones nos ouvidos da bebé para a proteger do barulho e umas cuecas verdes por cima da fralda. Segundo Mara Martin, nada do que aconteceu foi planeado: “Ela começava a ter um pouco de fome, o desfile tinha-se atrasado e era hora de ela comer. Sinceramente não pensei duas vezes“, disse à NBC, na sequência da polémica que provocou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Também a editora da revista afirmou que aquele não foi um cenário planeado. “Vi a bebé de Mara a dormir tranquilamente e a mamar, assim perguntei-lhe se queria desfilar e continuar a amamentá-la“. Ainda que o resultado tenha provocado, na sua maioria, reações positivas, houve quem o classificasse de “repugnante”. “Há locais e alturas certas para cada coisa”, comentaram algumas pessoas no Twitter.

View this post on Instagram

Wow! WHAT A NIGHT! Words can’t even describe how amazing I feel after being picked to walk the runway for @si_swimsuit. Anyone who knows me, knows it has been a life long dream of mine. I can’t believe I am waking up to headlines with me and my daughter in them for doing something I do every day. It is truly so humbling and unreal to say the least. I’m so grateful to be able to share this message and hopefully normalize breastfeeding and also show others that women CAN DO IT ALL! But to be honest, the real reason I can’t believe it is a headline is because it shouldn’t be a headline!!! My story of being a mother and feeding her while walking is just that. Last night there are far more deserving headlines that our world should see. One woman is going to boot camp in two weeks to serve our country (@shauntness), one woman had a double mastectomy (@allynrose), and another is a cancer survivor, 2x paralympic gold medalist, as well as a mother herself (@bren_hucks you rock) Those are the stories that our world should be discussing!!!! Just thinking about all that was represented there… I desperately need to give the most thanks to @mj_day for this. She supported me in what I did last night. Without her support this wouldn’t even be discussed!!!! She and the entire Sports Illustrated family are the most amazing and incredible team to have worked with. THANK YOU for letting all 16 of us be our true selves, strong beautiful women!!! Because of you, my daughter is going to grow up in a better world, where she will always feel this way!!!!!! Lastly, to every single woman that rocked that runway with me. Be proud. I know I am of you! You all have inspired me in ways unimaginable. I love you all!!! #siswimsearch

A post shared by MARA MARTIN (@_maramartin_) on

Apesar de considerar que o seu gesto pode contribuir para alterar a forma como muitos veem a amamentação, a modelo acredita que aquele momento não devia ser tão falado como foi, porque há outras histórias que importam.

“Uma mulher vai para o exército para servir o nosso país, uma mulher fez uma mastectomia, e outra sobreviveu ao cancro, ganhou duas medalhas de ouro nos paralímpicos, e é mãe. Estas são as histórias que o mundo devia estar a discutir“, escreveu ainda no Instagram.

Não é a primeira polémica sobre amamentação em público nos EUA: em 2016, uma mãe foi insultada por dar de mamar à sua filha num café de um centro comercial no Connecticut.