440kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Sono e amamentação. Este chatbot responde a todas as dúvidas dos pais

Este artigo tem mais de 3 anos

A Aurora não gosta de mezinhas, de receitas fáceis ou de treinos do sono. O chatbot criado pela farmacêutica e "coach" parental Cláudia Morgado quer ajudar os pais nas horas de maior desespero.

i

iStockphoto/LightFieldStudios

iStockphoto/LightFieldStudios

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Fala connosco como se fosse uma pessoa, com a pontuação correta e um uso curioso de emojis. A Aurora é uma conselheira automática para pais que funciona através do Facebook Messenger, mediante inscrição prévia. O programa de conversação online — ou chatbot, para sermos mais técnicos — é criação de Cláudia Morgado, que, além de farmacêutica, durante anos deu consultas e formações a pais e profissionais sobre o universo das crianças — da gravidez aos seis anos.

A entrada numa empresa de software, onde assumiu uma posição de responsabilidade depois de anos a trabalhar em farmácias, alertou-a para o potencial da tecnologia e a forma como esta pode suprimir carências da vida moderna. “Da primeira vez que os pais alimentam ou dão banho a um bebé fazem-no com o próprio filho. Na maior parte dos casos não há experiência prévia. A Aurora pretende reunir o conhecimento que, em tempos, as avós e as mães passavam às netas e às filhas, quando esta fase era vivida com muito mais tranquilidade”, explica Cláudia, de 35 anos e mãe de dois filhos, ao Observador.

O primeiro protótipo, integralmente desenvolvido por Cláudia, surgiu ao fim de um mês de trabalho, já ela tinha deixado a empresa de software. Saiu em fevereiro e em abril o produto estava disponível. Seguiu-se uma parceria com uma empresa alemã, que presta apoio em toda a componente tecnológica do projeto.

Em termos de dicurso livre, o chatbot Aurora — sob o chapéu da empresa Curricula — só tem capacidade para responder às perguntas sobre a amamentação. Ainda assim, o programa que Cláudia Morgado tem estado a promover diz respeito ao sono: através de algumas perguntas iniciais, colocadas pelo chatbot, Aurora procura compreender as principais dificuldades do utilizador. As perguntas servem precisamente para “ajustar os conteúdos a enviar aos pais”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Todas as informações disponibilizadas pela Aurora são o resultado da experiência profissional de Cláudia Morgado, que procurou ainda reunir “fontes internacionais fidedignas”. Aqui não há “truques, mezinhas, receitas ou treinos do sono”. Os conteúdos em causa destinam-se a “bebés e crianças saudáveis, nascidas de tempo (mais de 37 semanas) e sem baixo peso (nascidas com mais de 2500 gramas)”, tal como se lê no discurso inicial da Aurora. O conhecimento é “científico” e as “pequenas dicas” uma promessa diária.

O sono é uma função vital para todos: para além do descanso físico, permite ao cérebro executar várias funções que durante o dia seriam impossíveis, tais como tornar as memórias recordáveis a longo prazo ou transformar experiências vividas em aprendizagens. À nascença, o bebé vem com um padrão de sono muito diferente do dos adultos, o que dificulta a tarefa dos pais. Não assumi-lo como uma prioridade, de mesma forma que respirar ou comer o são, acaba por ter implicações graves, como as manifestadas no comportamento ou desenvolvimento das crianças, ou até na produtividade dos próprios pais”, sublinha ainda Cláudia Morgado, num comunicado enviado às redações.

O programa do sono é, até ao momento, o único pago. Custa 30 euros e pode durar até quatro semanas. Quando um utilizador inicia o programa tem direito a quatro dias gratuitos, período durante o qual a Aurora está disponível para conversas a qualquer hora e envia, diariamente e à mesma hora, informações úteis. Ao fim dos quatro dias, existe a possibilidade de adquirir o resto do programa semana a semana (10 euros a cada sete dias). A ideia não é limitar a Aurora a conteúdos pagos, até porque, garante Cláudia, toda a informação relacionada com a amamentação será sempre oferecida.

A Aurora — que foi uma das finalistas no prémio “Hack 4 Good 2018”, da Fundação Calouste Gulbenkian — já chegou ao ecrã de mais de 400 pessoas e cerca de 200 utilizaram o programa do sono. Caso precise de conselhos urgentes sobre o sono do bebé ou sobre a alimentação deste, pode conversar com a Aurora aqui

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.