No final de fevereiro, há sete meses, Rúben Semedo foi acusado de tentativa de homicídio e a carreira do jovem português de 23 anos parecia ter chegado ao fim sem que este tivesse mostrado metade do potencial que levou o Sporting a ir buscá-lo ao Estádio Francisco Lázaro, onde deu nas vistas ao serviço do Clube Futebol Benfica. Na altura, dias depois da detenção do então jogador do Villarreal, o amigo Gelson Martins, que o conhece desde os tempos do Fofó, levantou a camisola ao festejar um golo decisivo e mostrou a mensagem “cu bo ti fim do mundo, RS35”, contigo até ao fim do mundo: o momento simbólico valeu-lhe a expulsão por acumulação de amarelos e a ausência do clássico frente ao FC Porto. Esta terça-feira, em Madrid, os dois amigos reencontraram-se.

Atl. Madrid e Huesca encontraram-se esta terça-feira no Wanda Metropolitano, o estádio do clube de Madrid, em jogo a contar para o campeonato espanhol. Griezmann, Partey e Koke decidiram a partida ainda na primeira parte e sentenciaram o resultado em 3-0, sem grande hipótese para o clube recém-promovido ao principal escalão do futebol espanhol. Rúben Semedo foi um dos dois portugueses no onze inicial do Huesca (o outro foi Luisinho, ex-Benfica), enquanto que Gelson Martins entrou aos 65 minutos para substituir Diego Costa.

Gelson foi expulso depois de enviar uma mensagem de apoio ao amigo Rúben Semedo

De recordar que Rúben Semedo está no Huesca através de um empréstimo do Villarreal, que decidiu colocar o jogador “a rodar” depois dos 142 dias de prisão preventiva que passou no Centro Penitenciário de Picassent. O antigo central do Sporting pagou uma fiança de 30 mil euros e assinou um novo contrato com o Villarreal, depois da rescisão daquele que tinha firmado quando saiu de Alvalade. Semedo é acusado de tentativa de homicídio, agressões, ameaças, sequestro, posse de arma ilegal e roubo com violência e ainda aguarda julgamento.

Na semana passada, em entrevista na Radio Onda Cero, o presidente do Huesca garantiu que Rúben Semedo é “muito bom rapaz”. “É fenomenal. Não é o momento de contar a sua história, cometeu um erro, mas é um bom miúdo. A família Roig [os donos do Villarreal] pediu-nos que lhe déssemos uma mão, que o recuperássemos e é isso que estamos a fazer. Veio um pouco fora de forma, mas digo-te que é um grande jogador. Não sei se será no Huesca, no Villarreal ou noutro clube, mas vai mostrá-lo”, afirmou Agustín Lasaosa.

Rúben Semedo: ascensão e queda em quatro momentos-chave da vida do miúdo do Benfica que foi parar ao Sporting

Com este resultado, o Atl. Madrid soma oito pontos, menos cinco do que os líderes Barcelona e Real Madrid. O Huesca, por sua vez, está na 18.ª posição, com apenas quatro pontos.