Renault

Renault revela novo 2.0 dCi de 200 cv. E mais três

684

É cada vez mais evidente que dificilmente os construtores conseguirão cumprir os 95g de CO2 em 2020 sem motores diesel. Isto levou a Renault a apresentar 4 novos blocos, um deles o 2.0 dCi de 200 cv.

A maioria dos países tem movido uma perseguição tenaz aos motores diesel, mas o limite máximo de 95g de CO2, imposto aos fabricantes em 2020, obriga a que estes proponham mais veículos eléctricos e híbridos plug-in e, para quem faça questão em optar por motores que queimem combustíveis fósseis (que será a maioria), uma série de motores diesel modernos, por emitirem muito menos CO2 do que os seus rivais a gasolina.

Não deixa de ser curioso que seja de um dos países que fala mais grosso contra os motores a gasóleo – uma postura meramente política e sem qualquer justificação técnica –, que surja um fabricante, a Renault, com quatro novas unidades diesel. Todas elas para a gama média e alta da marca gaulesa, onde a partir dos valores anunciados os motores diesel têm facilmente uma vantagem de 2 litros no consumo médio e 30g de CO2, face aos seus concorrentes a gasolina, trunfo que pode aumentar para o dobro em condições reais de utilização, método de avaliação que passará a ser adoptado em breve.

A unidade mais possante, entre os quatro motores a gasóleo é o 2.0 dCi, que fornece 200 cv e 400 Nm, conhecido internamente como o Blue dCi 200. Tudo nesta unidade foi pensado para baixar o consumo e as emissões, começando por reduzir as fricções, nos cilindros e veios de excêntricos, melhor gestão dos tempos de explosão, mais 30% de pressão de alimentação de combustível (2.500 bar), turbo de geometria variável controlado electronicamente e tratamento de NOx com injecção de ureia montado mais próximo do motor (para recolher os gases a uma temperatura superior). Destinado a ser utilizado pelo Espace e pelo Talisman, o 2.0 Blue dCi 200 irá ser igualmente proposto numa versão de 160 cv, que substitui o antigo 1.6 dCi biturbo com a mesma potência, fornecendo mais 20 Nm.

A Renault prepara-se ainda para introduzir, antes do final do ano, o novo 1.7 Blue dCi, que substitui o antigo diesel 1.6 dCi, com potências de 120 e 150 cv, para o 5º novo motor da marca ser o TCe 225 EDC a gasolina, o conhecido 1.6 mas já devidamente dotado com filtro de partículas, para estar de acordo com as exigências da norma WLTP.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)