A Indie Campers vai contratar 100 pessoas no próximo ano. A empresa portuguesa líder no mercado de aluguer de autocaravanas, fundada em 2013 por Hugo Oliveira e pelo austríaco Stefan Koepp, quer duplicar a equipa que tem no escritório de Lisboa e nos armazéns que a empresa tem distribuídos por 60 cidades europeias. A contratação está relacionada com a expansão do negócio para países como Escócia, Irlanda e Islândia.

Indie Campers. A empresa que veio modernizar o campismo e as férias sobre rodas

As candidaturas decorrem entre dezembro e março e as vagas disponíveis cobrem diferentes áreas, de Business Development a Customer Success, passando por Operações, Finanças, Marketing e Tecnologias de Informação. A Indie Campers está à procura de candidatos especializados em áreas como Engenharia Informática, Tecnologias de Informação, Marketing/ Marketing Digital e comercial.

“2019 vai ser um grande ano para nós: vamos duplicar o número de colaboradores e receber uma nova diretora de Recursos Humanos. A Indie Campers está a crescer em todos os mercados e as nossas ações de recrutamento não vão parar por aqui”, afirmou Cristina Silva, especialista de Recursos Humanos na empresa, em comunicado. Para os novos países, a empresa também vai recrutar gestores .

A Indie Campers espera fechar o ano com cerca de mil autocaravanas e um volume de negócios total de 10 milhões de euros. A empresa também anunciou recentemente a abertura de dez novas rotas: para Nantes (França), Berlim e Hamburgo (Alemanha), Zagreb (Croácia), Manchester e Liverpool (Inglaterra), Edimburgo e Glasgow (Escócia), Dublin (Irlanda) e Reiquiavique (Islândia).

No escritório de Lisboa, estão atualmente cerca de 40 pessoas, as restantes estão distribuídas pelas 50 cidades em que a empresa tem armazéns.

Hugo Oliveira e Stefan Koeppl eram amigos e lançaram a Indie Campers aos 24 anos, enquanto estudavam na universidade. Em pouco mais de quatro anos, a empresa passou de dois colaboradores e três carrinhas para um universo europeu com 100 colaboradores e 650 carrinhas. Em 2017, terminou o ano com um volume de negócios agregado de 6 milhões de euros.

A Indie Campers tinha contado com um investimento inicial da Portugal Ventures (PV) de 140 mil euros, mas em outubro de 2017, Hugo Oliveira comprou a posição que o operador de capital de risco público tinha na empresa por 750 mil euros, gerando uma mais-valia para a PV de 610 mil euros. Atualmente, Hugo Oliveira é o único acionista da startup portuguesa.