A TAP transportou 15,8 milhões de passageiros em 2018, mais 1,5 milhões de passageiros, correspondendo a mais 10,4%, do que em 2017, anunciou esta quinta-feira a transportadora aérea.

As rotas europeias foram as que mais contribuíram para o aumento de passageiros no ano passado, registando o transporte de mais 932 mil passageiros do que em 2017, ou mais 10,7 por cento, adianta a TAP em comunicado divulgado esta quinta-feira.

Nos voos entre Lisboa, Porto e Faro, a TAP transportou 1,1 milhões de passageiros no ano passado, revelando um crescimento de 9,4 por cento face ao ano anterior.

Os voos entre o continente, os Açores e a Madeira, segundo a transportadora aérea, foram os que registaram o maior crescimento relativo, de 13,5%, com 1,3 milhões de passageiros transportados, mais 156 mil do que no ano anterior.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As rotas africanas operadas pela TAP transportaram mais 116 mil passageiros do que em 2017, para um total de 1,1 milhões, traduzindo um crescimento de 11,2%.

O número de passageiros do mercado norte-americano cresceu 9,6%, ou 70 mil, face a 2017, para um total de 800 mil passageiros transportados, enquanto o aumento dos do Brasil foi de 124 mil passageiros, ou 7,8 %, atingindo 1,7 milhões de passageiros.

“Em termos de ASK (assentos disponíveis por quilómetros voado, uma medida de oferta de lugares), a TAP teve em 2018 um crescimento de 12,3 por cento, para um total de 47 milhões”, adianta a empresa no comunicado.

O número de passageiros pagantes por quilómetros voados (RPK), uma medida de procura de lugares, cresceu 9,6% em 2018, para 38 milhões.