Suécia

Avião aterra de emergência em Estocolmo após ameaça de bomba. “Este é agora um caso de polícia”, diz companhia aérea

Um avião da Norwegian Air Shuttle aterrou de emergência em Estocolmo, depois de receber uma ameaça de bomba. Havia 169 passageiros a bordo. Entre eles, membros da equipa nacional de natação.

O avião partiu do aeroporto de Arlanda, às 9h25 locais (8h25 em Lisboa) e seguia com destino a Nice, em França,

AAS, ERLEND/AFP/Getty Images

Um avião da companhia aérea Norwegian Air Shuttle aterrou de emergência no aeroporto de Arlanda, na capital sueca de Estocolmo, esta quinta-feira, depois de receber uma ameaça de bomba, revelou empresa num comunicado citado pela agência Reuters. Não se sabe, para já, como é que a ameaça foi recebida.

Por razões de segurança, o avião regressou a Arlanda. Este é agora um caso de polícia. A principal prioridade é a segurança de nossos passageiros e funcionários”, referiu Norwegian Air Shuttle em comunicado.

O voo DY4321 da companhia aérea norueguesa partiu do aeroporto de Arlanda, às 9h25 locais (8h25 em Lisboa) com 169 passageiros a bordo e seguia com destino a Nice, em França, acabando depois por voltar novamente ao aeroporto. Entre eles, estavam membros da equipa nacional de natação, que viajava para França para uma competição.

Os dados recolhidos pela Flight Radar 24, um site que acompanha e partilhar os voos em tempo real, mostram o percurso realizado pelo avião da Norwegian Air Shuttle.

O percurso realizado pelo voo DY4321 da companhia aérea Norwegian Air Shuttle  (Foto: Flightradar24)

Todos os passageiros estão a ser retirados em grupos de 10 pessoas. A polícia ordenou aos passageiros que ainda se encontravam dentro do avião, um Boeing 737, para desligar os telemóveis, enquanto as operação ainda estão em curso. “Uma vez concluída a evacuação, o avião vai ser revistado pela brigada nacional anti-bombas”, disse o porta-voz da polícia Towe Hagg à agência Reuters.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: cbranco@observador.pt
Educação

Estado-educador e Estado-cultura, em marcha?

Mário Pinto

Não existe uma educação para a cidadania única e institucional. Há várias concepções de cidadania, mesmo como concepções de vida democrática, pois há pluralismo social e cultural, ou moral e religioso

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)