Rádio Observador

Alfa Romeo

Tonale. Como é o primeiro híbrido plug-in da Alfa Romeo?

102

Confirmaram-se os rumores de que a Alfa Romeo estaria a preparar um novo SUV, a posicionar abaixo do Stelvio. Surge ainda como protótipo, com a particularidade de ser o 1º híbrido plug-in de Arese.

Chama-se Tonale e é o passaporte da Alfa Romeo rumo à electrificação. Apresentado no Salão de Genebra como protótipo, este SUV de dimensões compactas vai chegar ao mercado em 2022, com a assumida ambição de conquistar muitos clientes no segmento que mais está a crescer.

Para garantir uma entrada em grande no domínio da electrificação, o construtor de Arese esgrime os trunfos que mantém fiel a comunidade de alfistas espalhada por esse mundo fora: um design distinto que remete para o passado, ao mesmo tempo que é moderno, a par da promessa de manter o prazer de condução típico dos modelos da marca, agora reforçado por um motor eléctrico na traseira.

A marca não avançou detalhes acerca do sistema de propulsão, apenas garantindo que o recurso eléctrico “abre caminho a novas soluções tecnológicas que oferecem condução dinâmica e maximizam a tracção e o prazer de uma condução desportiva”. Em reflexo disso, os habituais modos de condução geridos pelo Alfa D.N.A. evoluem. O “Dynamic” passa a “Dual Power” e extrai a máxima potência dos dois motores (eléctrico e de combustão), com o condutor a poder selecionar no sistema de infoentretenimento o botão E-mozione, o que lhe permite usufruir de uma programação do acelerador mais atrevida, mas também de uma resposta à travagem mais incisiva e direcção mais precisa. No extremo oposto encontra-se o “Advance E”, o actual “Advance Efficiency”, que visa proporcionar o melhor desempenho em modo exclusivamente eléctrico. Ou seja, sem sofrer qualquer alteração na designação e na funcionalidade, apenas se mantém o “Natural”, modo em que é o próprio veículo a gerir automaticamente o recurso ao motor eléctrico ou de combustão.

Traços do passado, mas apontado ao futuro

Por fora, o protótipo do primeiro SUV Alfa Romeo híbrido plug-in é todo um elogio ao passado e aos modelos mais emblemáticos do fabricante italiano. Basta olhar para as jantes de 21 polegadas, que nos transportam até 1960 e convocam a imagem do icónico 33 Stradale, com para as suas jantes em forma de disco de telefone.

Na frente, mantém-se a tradicional grelha em “V”, com uma entrada de ar a toda a largura do para-choques. E, para reforçar o carácter desportivo deste SUV, faróis rasgados a lembrar modelos como o SZ, Brera e 159. De lado, uma linha de cintura elevada em direcção à traseira, enquanto o tejadilho descreve uma linha descendente até culminar no spoiler que encima o portão da bagageira. Este conjunto resulta numa imagem inequivocamente desportiva, mas ficamos com algumas dúvidas se a estética não irá sacrificar a visibilidade de quem segue nos bancos de trás. Sem dúvida uma concessão ao estilo que, conforme modelos como o Range Rover Evoque vieram provar, não condicionam intenções de compra.

No interior, há lugar para quatro e uma configuração virada para o condutor, com este a dispor de um painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, enquanto um segundo ecrã táctil, de 10,2” é a porta de entrada para um novo sistema de infoentretenimento, com direito a duas apps: “Alfista” e “Paddock”. Destaque ainda para o revestimento em pele e Alcantara e para os painéis translúcidos iluminados, solução que é aplicada, por exemplo, no túnel central.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)