Iker Casillas já teve alta do hospital depois de ter sofrido um enfarte do miocárdio na passada quarta-feira. Após cinco dias de internamento na CUF do Porto, o guarda-redes do FC Porto agradeceu o apoio dos adeptos, mas recorda que não sabe o que lhe reserva o futuro: “Estou muito melhor. Vou precisar de um repouso que pode ser de duas semanas ou de dois meses. Não sei, mas para mim tanto faz. Não sei o que será o futuro, mas o que importa é estar aqui e poder falar convosco tranquilamente”.

Em declarações aos jornalistas à saída do hospital — acompanhado pela mulher, a jornalista Sara Carbonero —, Iker Casillas lembrou que o problema de saúde que sofreu “pode acontecer a qualquer momento e a qualquer pessoa”: “Aconteceu-me a mim e aqui estamos”, afirmou. Admite que “ainda é difícil falar” porque sabe ter tido “muita sorte”. E agradeceu as mensagens de apoio que tem recebido: “Fizeram-me sentir querido. O importante é sair com um sorriso, emociono-me ao ver tanta gente que veio até aqui”. Já durante a manhã desta segunda-feira, Casillas regressou às redes sociais — a última mensagem tinha sido no dia em que foi internado, para tranquilizar os adeptos — e garantiu que estava “com o coração contente”, numa publicação onde ainda partilhou uma música.

A saída do hospital surge depois de um fim de semana em que o guarda-redes foi homenageado mais do que uma vez e não só pelo FC Porto. Depois de na sexta-feira ter recebido a visita do plantel dos dragões, Casillas foi recordado pelos colegas de equipa e pelos adeptos antes e durante o jogo com o Desp. Aves, no sábado: os jogadores do FC Porto mostraram uma tarja onde se podia ler “Força, Iker!” e jogaram com o nome do espanhol nas camisolas, enquanto que as claques exibiram uma faixa com um desenho do guarda-redes e a mesma mensagem. O Desp. Aves também entrou no Dragão com camisolas que diziam “Força, Casillas” e no Jamor, onde o Sporting goleou o Belenenses SAD por 1-8, a Juventude Leonina exibiu uma tarja onde se lia “No jogo da vida não há adversário. Força, Iker”. Também em Madrid, onde o Real recebeu este domingo o Villarreal, os jogadores merengues entraram no Santiago Bernabéu vestidos com t-shirts que diziam “Iker, todos contigo” e que foram acompanhadas por mensagens semelhantes nas bancadas do estádio onde o guarda-redes jogou durante 17 anos.

Na passada sexta-feira, Sérgio Conceição falou sobre o guarda-redes na habitual conferência de imprensa de antevisão do jogo do dia seguinte e garantiu que “o futebol faz parte da vida mas a vida em si é mais importante do que tudo o resto”. “Obviamente que a equipa sentiu o problema como sente qualquer problema com qualquer jogador porque é uma equipa muito solidária, como se cada um deles estivesse a passar por aqui. Primeiro ficámos apreensivos, depois percebemos a gravidade da situação e a equipa está com ele, unida”, acrescentou o treinador dos dragões, que acompanhou os jogadores na visita a Casillas nesse mesmo dia.

Este sábado, foi a vez de Víctor Valdés enviar uma emotiva mensagem a Iker Casillas. O antigo guarda-redes do Barcelona e também da seleção espanhola, onde foi substituto do guardião do FC Porto durante vários anos, recorreu ao Instagram para escrever uma longa carta ao “querido amigo”. “Neste mundo do futebol, uns escolhem ser guarda-redes, outro devem aprender a sê-lo com os seus defeitos e as suas virtudes. Tu és e serás sempre um daqueles que nascem com uma luva em cada mão, esse ídolo em que residem as qualidades inatas que os outros devem alcançar, esses ídolos em que os menos capacitados se fixam, a sonhar que algum dia poderão alcançar, como tu, o troféu que te reconhece como o melhor, o nosso campeão do mundo com o 1 nas costas”, escreveu Valdés.

“Meu amigo, é inevitável emocionar-me ao escrever estas linhas e a recordar o que vivemos (…) querido Iker, querido amigo, como guarda-redes que somos aceitamos sem temor e com o valor que nos identifica esse perigo que a vida decide trazer para perto da nossa área, e nesta ocasião é mais do que uma simples defesa. O teu coração, esse que continua a bater por bem daqueles que hoje sonham com alcançar aquilo que um dia foste, chama por ti, e eu como amigo e rival de tempos passados, peço-te que sejas de novo esse leão branco mas desta vez por detrás da linha lateral”, continua o antigo guarda-redes, que deixa claro que gostava de ver Casillas como treinador.

View this post on Instagram

Víctor ha querido dedicar unas palabras a su amigo @ikercasillas : Querido Iker, Querido amigo. En este mundo del fútbol, unos eligen ser portero, otros sin embargo deben aprender a serlo con sus defectos y sus virtudes. Tú, eres y serás siempre de aquellos que nacen con un guante en cada palma de su mano, ese ídolo en el que residen las cualidades innatas que el resto deben alcanzar, esos ídolos en los que otros menos capacitados se fijan soñando que algún día puedan alzar, como tú, el trofeo que te reconoce como el mejor, nuestro campeón del mundo con el 1 a la espalda. Eres, y por siempre serás la fuerza y la motivación de aquello que todo portero bajo palos sueña ser, alguien capaz de volar más alto y más largo que todos juntos a la vez, transformando lo impensable en posible, ejecutando a la perfección aquello por lo que suspiramos en cada acción cercana a nuestras redes, esa magnífica parada. Paradas que solo tú dominabas, en terrenos exclusivos para los elegidos , o a los que la “varita mágica” tocaba. Amigo mío, es inevitable emocionarme al escribir estas líneas recordando lo vivido, admirando con cierta nostalgia aquellos grandes enfrentamientos en los que por supuesto tenerte delante me hacía valorar todo mucho más, y sin tú saberlo, por lo mucho que en cada entrenamiento juntos me aportabas. Todo un país por sus calles te aclamaba. Querido Iker, querido amigo, como porteros que somos aceptamos sin temor y con el valor que nos identifica, ese peligro que la vida decide traer cerca de nuestra área, y en esta ocasión es más que una simple parada. Tu corazón, ese que todavía sigue latiendo por el bien de aquellos que hoy sueñan con alcanzar lo que un día fuiste, te reclama, y yo como amigo y rival de épocas pasadas, te animo a que seas de nuevo ese león blanco pero esta vez, detrás de la línea de banda. Es tu legado el que te define, y ese ya es histórico. Siempre en mis pensamientos, de portero a portero. La Doble. V.V.

A post shared by Victor Valdes Team (@victorvaldesteam) on