Chama-se “Dark Ballet”, é um dos temas no alinhamento do novo disco de Madonna — Madame X –, e o vídeo acaba de ser revelado. Além de um regresso da cantora à iconografia católica, uma das que mais tem explorado ao longo da sua carreira, as imagens mostram cenários portugueses emblemáticos. Tudo leva a crer que o claustro e as fachadas góticas são o Mosteiro da Batalha, enquanto a encenação de uma espécie de auto de fé foi gravada, inequivocamente, no Santuário do Cabo Espichel, em Sesimbra.

O protagonista, a par com Madonna, é Mikky Blanco, nome artístico de Michael Quattlebaum Jr, um rapper e ativista LGBTI norte-americano a viver em Portugal há vários anos. O enredo do vídeo é inspirado na história de Joana d’Arc, personagem de Mikky, que surge a ser arrastado por figuras clericais e a ser queimado numa fogueira.

Além do protagonista, o elenco conta com atores portugueses. É possível reconhecer imediatamente Marques d’Arede, Miguel Loureiro e Alice Medeiros, ao longo de mais de seis minutos de videoclipe, e ainda a manequim Irina Kusnezova, também a viver em Portugal. Madonna surge vestida de preto, com um véu de renda na mesma cor e tranças, um visual muito semelhante ao que usou na Met Gala do ano passado, esse criado pelo amigo de longa data Jean Paul Gaultier.

O vídeo, assinado pelo realizador holandês, com raízes no Gana, Emmanuel Adjei, terminado com uma citação de Mykki Blanco — “Tenho andado nesta terra, negro, gay e seropositivo, mas nenhuma ofensa contra mim é tão poderosa quanto a esperança que tenho cá dentro”.