O antigo presidente da Portugal Telecom, Zeinal Bava, disse esta quarta-feira que vai esclarecer tudo o que está em causa no seu envolvimento no caso de corrupção de que é acusado juntamente com José Sócrates e Henrique Granadeiro.

“Acho que é importante dizer que aqueles que durante anos me achincalharam por causa do infeliz acontecimento que aconteceu no Parlamento, chegou agora o momento de, com serenidade, aqui no tribunal tudo esclarecer. É isso que pretendo fazer”, afirmou Zeinal Bava à entrada do Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, onde vai prestar esclarecimentos na tarde desta quarta-feira.

“Como sabem, assistia-me o direito de não falar, mas viajei de Londres justamente para vir aqui ao Parlamento e esclarecer tudo e, se não me levarem a mal, prefiro falar um dia destes, não agora, porque tudo o que tenho de dizer vou dizer no tribunal”, acrescentou, quando falou aos jornalistas antes de entrar no tribunal.