Um comportamento “que não é normal” para a sua idade. Depois de a polémica com o youtuber Hugo Strada, que gere o grupo de youtubers adolescentes “Team Strada”, ter sido noticiado, as reações ao caso já começaram a surgir. Alguns especialistas em segurança online de crianças e jovens consideram que os comportamentos que o manager de 36 anos apresenta nos vídeos com os jovens menores não são adequados e aconselham ainda aos pais estarem cada vez mais alerta.

Hugo Strada tem sido criticado nas redes sociais, especialmente no Twitter, após a partilha de um youtuber, João Sousa, que denunciava o conteúdo dos vídeos publicados pela “Team Strada”, nos canais do YouTube e outras redes sociais da equipa. Num dos filmes partilhados, Hugo Strada surge a entrar numa casa de banho enquanto uma das jovens da equipa está a utilizá-la. Além disso, no Twitter, vários utilizadores expuseram imagens de eventos em que o gestor interage com fãs menores de idade, criticando a forma como o faz, sobretudo por aquilo que consideram ser a proximidade física excessiva que demonstra ter. Há ainda relatos de alegada extorsão, burla e aproveitamento e relatos da experiência de ex-membros desse grupo.

Tito de Morais, fundador do projeto MiudosSegurosNa.Net, refere que as diferenças de idade entre o mentor e as crianças envolvidas deve ser motivo de preocupação. “É um comportamento, daquilo que é dado a ver em vídeo e em algumas fotografias, que não é normal para um homem perto dos seus 40 anos, estar em convívio com jovens de 13, 14, 15, 16 anos, com comportamentos que são mais próprios dessa idade do que propriamente da sua idade”, explica em declarações à Rádio Observador, depois de ter sido avançado que a Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens (CNPDPCJ) enviou para o Ministério Público as denúncias que recebeu sobre este youtuber.

O responsável do MiudosSeguros.Net sublinha ainda a importância de uma maior vigilância por parte dos pais no que às interações dos filhos, especialmente no mundo da internet e das redes sociais. “Os pais têm que ser vigilantes, não podem pegar e entregar as crianças nas mãos de adultos, com base na confiança”, acrescenta. Na página do projeto, o MiudosSeguros.Net diz ainda que este é “um caso a acompanhar”.

A polémica que envolve Hugo Strada começou no dia 19 de julho, quando o manager e este grupo de jovens foram ao programa da SIC Radical, Curto Circuito. Ainda antes de desvendar a notícia de que iria nascer uma escola de influencers, Hugo Strada surge a beijar um membro do grupo conhecido por “Dumbo”. Esse jovem, de 17 anos, não estava junto ao manager e aos colegas no início do programa. Quando chega, Hugo Strada e Dumbo cumprimentam-se um beijo nos lábios.

A partir daí, os comentários no Twitter não tardaram a chegar e muitos utilizadores criticaram a proximidade que Hugo Strada mostra nos vídeos com estes jovens, havendo ainda relatos de ex-membros da Team Strada que dizem ter sofrido represálias depois de terem abandonado a equipa. A Team Strada define-se nas páginas oficiais como “um projeto criado pelo manager Hugo Strada, com o objetivo de reunir os seus agenciados numa grande aventura”. O grupo foi criado em abril de 2018, mas o projeto inicial organizava festas para fãs de Justin Bieber, também conhecidas como Beliebers.

O Observador tem tentado entrar em contacto com Hugo Strada e com a sua equipa, mas até ao momento não obteve respostas. No Instagram, o manager publicou um comunicado onde que diz que vai “encaminhar o assunto para que sejam tomadas as medidas legais para repor a verdade”, uma vez que considera que foi “alvo de comentários difamatórios e de acusações” que colocam em causa o seu “bom nome”. Além disso, o agente diz repudiar “qualquer acusação” que lhe tem sido feita. E acrescenta que tem havido “manipulação de imagens”.