Rádio Observador

Chefs

Quem tem um, tem dois: Jamie Oliver vai ter novo restaurante em Lisboa

Apesar das recentes polémicas e casos de insolvência, o chef britânico vai criar um novo espaço na zona da Praça Luís de Camões que irá dedicar-se inteiramente às pizzas.

O primeiro espaço de Oliver na capital foi o Jamie's Italian, que inaugurou no Príncipe Real há quase dois anos.

Getty Images

“Parece-me que as notícias sobre a minha morte são manifestamente exageradas” — a citação é atribuída ao escritor Mark Twain mas podia perfeitamente ter saído da boca de Jamie Oliver, o célebre cozinheiro britânico que vai ter mais um restaurante em Lisboa que “abrirá brevemente” — fonte próxima do negócio assim o confirmou ao Observador.

O ano de 2019 tem sido manifestamente complicado para o sorridente e energético autor e estrela de TV muito por culpa do pedido de insolvência que foi forçado a fazer. Jamie teve de encerrar vários espaços no Reino Unido, muitos diziam que este era o seu fim mas aparentemente todas as “casas” que tinha espalhadas pelo mundo, fora do RU, mantiveram-se vivas e de boa saúde — de tal forma que agora vai aparecer mais outra em Portugal, desta vez dedicada em exclusivo (quase), à pizza.

A fachada deste novo negócio “lisboeta” do cozinheiro britânico.

Depois do “Jamie’s Italian”, a sua primeira aventura portuguesa que estreou em janeiro de 2018 na zona do Príncipe Real, esta “Jamie Olivers Pizzeria” surge na rua do Loreto, perto da Praça Luís de Camões, e, ao que tudo indica, servirá “essencialmente pizzas” mas também terá “um ou outro prato de forno”. Trata-se de um espaço “mais pequeno que o Jamie’s Italian” e cujo desenvolvimento foi “acompanhado de perto” pelo próprio cozinheiro. Este novo negócio irá ter como vizinhança espaços como a Manteigaria (uma Meca dos pastéis de nata), o Cinema Ideal e a histórica farmácia Barreto (fundada em 1876).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt
Maternidade

Como dói um sonho quando morre /premium

Eduardo Sá

Arrasta-se para o carro. Chora, finalmente. Grita. Geme. Não acredita que nada daquilo esteja a acontecer. E confronta-se com o absurdo de ter um útero a servir de urna quando, antes, ele era só o céu

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)