A Google concordou pagar uma multa de cerca de 500 milhões de euros em França para encerrar uma investigação por alegada fraude fiscal iniciada há quatro anos, foi anunciado esta quinta-feira.

A empresa, cuja sede europeia fica em Dublin, na Irlanda, era suspeita de não ter declarado todas as suas atividades em França entre 2011 e 2016 para pagar menos em impostos.

Segundo explica a Reuters, a Google paga poucos impostos na maioria dos países europeus porque grande parte das vendas são feitas na Irlanda. Isto é possível graças a uma brecha na lei internacional.

De acordo com a Bloomberg, a Google reconheceu os factos subjacentes, mas não se declarou culpada. A empresa tem agora dez dias para voltar atrás no acordado.