Teresa Guilherme perdeu a ação cível que interpôs contra o ex-líder do BES, Ricardo Salgado, em 2016, segundo o Correio da Manhã. A apresentadora disse ao jornal ainda não ter tomado a decisão sobre se vai ou não recorrer para o Tribunal da Relação de Lisboa, mas afirmou: “O julgamento começou, e um dia depois a sentença saiu e ele foi absolvido. Recorrer para quê?”

A apresentadora reclamava uma indemnização por ter sido uma das lesadas do banco ao perder 2,3 milhões de euros, que tinha investido em papel comercial  do GES.

A sentença do Tribunal Cível de Lisboa data de 12 de setembro, um dia depois da audiência prévia do julgamento.  Também o Haitong Bank (ex-BESI) e a Gnb – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento foram absolvidos. O tribunal considerou a ação de Teresa Guilherme “totalmente improcedente, por não provada“.

Esta é a segunda vez que Ricardo Salgado, e os restantes réus, são absolvidos neste processo. Em junho de 2018 o tribunal já tinha considerado este pedido improcedente. Na altura, Teresa Guilherme recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa, onde ganhou. A ação regressou ao tribunal de primeira instância e o banqueiro voltou a ser absolvido.