José Ramalho conquistou este sábado a medalha de prata na final de K1 do Campeonato do Mundo de Maratonas em canoagem que se está a realizar em Shaoxing desde quinta-feira, na China.

O português, que é campeão nacional em título na distância (29,7km), terminou a corrida decisiva com o tempo de 2.08.35,53, ficando apenas atrás do dinamarquês Mads Pedersen (2.08.34,21). O argentino Franco Balboa completou o pódio, terminando com a marca de 2.08.36,51, à frente do sul-africano Andrew Birkett.

Este resultado iguala o melhor de sempre de José Ramalho em Mundiais, igualando o registo alcançado em 2012. Além dessa medalha de prata, o vila-condense, que conquistou já seis Campeonatos da Europa da distância, foi terceiro classificado nas edições de 2009, 2014 e 2016.

Antes da prova, o canoísta português tinha revelado a sua ambição em conseguir finalmente o primeiro posto, naquele que é ainda o único troféu que lhe falta na carreira. “É um título que gostava de conseguir. É de direito toda a gente pensar nisso, Tambét tenho esse direito. Se não acontecer, tenho na mesma uma carreira cheia de sucessos e como tal… Não vivo obcecado com isso, mas é sem dúvida um ponto que quero atingir”, referiu.