Quando Frederico Varandas se deslocou, na segunda semana de julho a Manchester, a possibilidade de venda de Bruno Fernandes tornou-se um cenário inevitável de abordar. No entanto, a ida do presidente do Sporting nessa altura a Inglaterra teve apenas a ver com o fecho da parceria com o City, que seria anunciada pouco depois. O mercado fechou, o médio ficou mas também o interesse de algumas equipas europeias se manteve e, após uma proposta concreta do Tottenham, é o Manchester United que está perto de assegurar o capitão leonino.

O rapaz que sonha muito antes dos jogos e reclama a dormir que lhe passem a bola

Frederico Varandas e também Hugo Viana, diretor de Relações Internacionais do clube verde e branco, encontraram-se com os homólogos dos red devils para negociar a venda do internacional português. O Observador sabe que os dois dirigentes estiveram em Inglaterra, numa viagem relâmpago que não colocará em causa a presença amanhã em Setúbal, e que, além da verba em dinheiro envolvida que irá sempre superar os 40 milhões de euros da saída do médio João Mário para o Inter em 2016, está em cima da mesa a possibilidade de jogadores do Manchester United mudarem para Alvalade, a título definitivo e/ou por cedência temporária.

Bruno Fernandes rescindiu, jogou Mundial, esteve perto do Benfica e vai renovar pelo Sporting. Tudo num mês

Recorde-se que Ole Gunnar Solskjaer, treinador do conjunto inglês, marcou presença em Alvalade com o seu adjunto no último encontro do Sporting frente ao FC Porto. “Voltámos ao campo das especulações. Estamos sempre a viajar e a ver jogos, mas o ‘quando’ e o ‘onde’ é irrelevante. Bruno Fernandes? É outro jogador que está noutro clube e não posso falar nisso”, comentou esta sexta-feira, na conferência antes do jogo com o Norwich.

A mesma duração, a mesma cláusula, um salário melhor: Bruno Fernandes renova com o Sporting

Também esta sexta-feira, Silas, treinador do Sporting, abordou a situação do capitão verde e branco. “É um jogador enorme e todos os jogadores como o Bruno têm sempre mercado. Será sempre um jogador muito falado e procurado por clubes da dimensão que se falam. Não gosto de pensar antes mas já estou a pensar em alternativas na nossa equipa. Tenho de começar a pensar. Certo tipo de jogadores não dá para aguentar muito tempo. Estamos a falar do melhor jogador da Liga. Não será fácil encontrar alternativas mas é preciso. Não tenho condições da SAD mas é algo inevitável. Uma coisa é jogar com o Bruno e outra é jogar sem ele”, disse.

Bruno, a nega ao Tottenham e o stand by do United. “Acho que vai jogar. Não posso dar 100% de certezas”, diz Keizer

De recordar que, no último verão, Bruno Fernandes foi cobiçado por vários clubes ingleses mas apenas um chegou à frente com uma propostas, o Tottenham: 45 milhões de euros mais 20 milhões por objetivos que passariam por ganhar a Premier League e a Liga dos Campeões. “Depois de ter recusado, no dia seguinte, vim à Academia explicar-lhe porque recusei a proposta e dizer-lhe que tinha de ficar aqui até ao final do mercado caso não surgisse outra proposta. Ele compreendeu perfeitamente. Isto não implica que ele desista dos seus sonhos, quero jogadores com ambição de ir para a Premier Legue, que queiram ganhar a Champions e queiram ir para o Real. Quero isso mas o Bruno também percebeu que o valor que davam não era um valor justo, e eu isso, por melhor relação que tenha com um treinador ou jogador, nunca vou por essa relação à frente dos interesses do Sporting”, disse Frederico Varandas numa entrevista ao canal do clube após o fecho do mercado.

Rio Ferdinand conta os minutos para ter “Brunoooooooooooo” Fernandes no United