Famoso internacionalmente desde 2016/2017, a temporada em que os seus doze adversários na Associação de Futebol do Porto recusaram entrar em campo para o defrontar, tal era a violência do jogo que apresentavam, o Canelas 2010 de Fernando Madureira está a apenas 90 minutos de chegar às meias-finais da Taça de Portugal.

Esta quinta-feira, a partir das 20h, a equipa de Vila Nova de Gaia joga com o Académico de Viseu o acesso ao jogo que já tem adversário conhecido: FC Porto, a equipa de coração de Madureira, aka Macaco, jogador e capitão do Canelas 2010 e histórico líder da claque Super Dragões.

A partida é tão importante que Fernando Madureira resolveu oferecer esta quinta-feira aos jogadores, noticia o jornal A Bola, um micro estágio na sua guesthouse na zona da Batalha, com direito a “pequeno-almoço, almoço, passeio e descanso nos quartos”.

Para chegar aos quartos de final da Taça, o Canelas 2010, que neste momento ocupa o 10º lugar da série B do Campeonato de Portugal, eliminou o Valadares, o Ançã, o Pedras Salgadas e o Sertanense. Agora, que o adversário é de um escalão superior — o Académico de Viseu está na 9ª posição da tabela classificativa da II Liga —, o treinador, Tiago Margarido, não espera facilidades mas continua a acreditar: “Sabemos que vai ser muito difícil, mas estamos a preparar muito bem a partida. Acreditamos que seremos capazes de fazer história e que vamos estar na próxima fase da Taça de Portugal. Antevemos muitas dificuldades. É uma equipa muito intensa com uma grande organização defensiva e que sai muito bem nas transições. É uma equipa muito equilibrada. Para além disso, é uma equipa de um escalão superior e que não nos vai tornar a tarefa fácil”.

Já Rui Borges, treinador do Académico de Viseu, que pela segunda vez joga o apuramento às meias-finais da Taça, não destoou: “Tenho a certeza que será um jogo difícil, entre duas equipas motivadas, e sabemos que vamos ter pela frente um adversário aguerrido, que nos vai criar muitas dificuldades”.

Garantindo à partida que nunca seria capaz de marcar um golo ao seu clube, Fernando Madureira também já fez uma espécie de antevisão do jogo, não desta quinta-feira mas o da hipotética meia-final com o FC Porto. “Se conseguirmos superar esse grande obstáculo que é o Académico de Viseu, irei jogar nos dois jogos a primeira parte e nos segundos quarenta e cinco minutos, irei estar na bancada a liderar os Super Dragões. Será inédito”, disse à TVI.

A outra meia-final da Taça de Portugal vai opor Benfica e Famalicão, que pela segunda vez em 74 anos vai jogar o acesso ao Jamor.