Dark Mode Wh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Cantor Filipe Sambado cancela concerto no Hard Club após comício do Chega no local

Em causa está uma reunião do partido Chega, realizada na sala 1 do Hard Club, no Porto, no passado dia 24 de janeiro. Concerto vai realizar-se no mesmo dia, mas será na galeria de artes Maus Hábitos.

i

"O Filipe, a sua banda e a Maternidade não se podem mostrar coniventes com um espaço que se permite a compactuar com um encontro de ideologia de extrema direita", pode ler-se na publicação

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

"O Filipe, a sua banda e a Maternidade não se podem mostrar coniventes com um espaço que se permite a compactuar com um encontro de ideologia de extrema direita", pode ler-se na publicação

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

O cantor Filipe Sambado alterou esta quarta-feira o local do concerto que estava marcado para o dia 14 de fevereiro no Hard Club, no Porto, devido ao facto de o espaço ter acolhido um encontro do partido Chega no passado dia 24 de janeiro. O concerto vai realizar-se no mesmo dia, mas terá uma localização diferente: a galeria de artes Maus Hábitos.

“O Filipe, a sua banda e a Maternidade não se podem mostrar coniventes com um espaço que se permite a compactuar com um encontro de ideologia de extrema direita, contando com membros que manifestam uma agenda e um programa racista, xenófobo, homofóbico, transfóbico, misógino e tantos outros adjetivos depreciativos de opressão e intolerância, contra os quais nos posicionamos, expressamos e lutamos”, pode ler-se numa publicação na página de Facebook da agência Maternidade.

Quem já tinha bilhete para o concerto no Hard Club pode “pedir o reembolso do bilhete na bilheteira daquele espaço, até dia 14 de Fevereiro”.

Esta semana foram divulgadas nas redes sociais imagens de um encontro do Chega, partido representado na Assembleia da República por André Ventura, nas quais se via um apoiante do partido a levantar o braço direito no ar, em saudação nazi, enquanto era cantado o hino nacional.

Nas redes sociais, a acompanhar o vídeo, foi escrito um texto no qual se recordava que, enquanto por “todo o mundo democrático” se assinalavam os 75 anos da libertação dos prisioneiros judeus do campo de concentração nazi de Auschwitz, na Polónia, “na cidade do Porto, um comício do Chega acaba com um apoiante de André Ventura na primeira fila a fazer a saudação nazi, ao som do hino nacional”.

“Como se pode ver no vídeo, ninguém se incomoda com o assunto, muito menos André Ventura”, lê-se no texto que acompanha o vídeo.

A Lusa tentou obter uma reação por parte do Hard Club, mas, até ao momento, sem sucesso.

O concerto de Filipe Sambado no Porto acontece no âmbito da digressão de apresentação do novo álbum do músico, “Revezo”, editado na sexta-feira.

Links promovidos

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.