Esqueçamos as eventuais heresias. Tom Ford, o recente timoneiro do Conselho de Designers de Moda da América deixou para trás Nova Iorque e preferiu deixar a sua marca no calendário da Semana de Moda, que se estende até 12 de fevereiro, em Los Angeles. E a verdade é que o evento realizado em vésperas da cerimónia dos Óscares serviu de aperitivo para a aguardada passadeira vermelha que acompanha a festa do cinema. Jennifer Lopez, Miley Cyrus, Lill Nas X, Kris Jenner ou Renée Zellwegger foram algumas das celebridades que não faltaram à chamada na noite de sexta-feira, nos Milk Studios. No meio de semelhante constelação, os looks que desfilaram na passarelle passaram praticamente para segundo plano, mas pode ver alguns na galeria em baixo, com uma pausa obrigatória nas musas Hadid.

18 fotos

Nada que impeça as propostas para o próximo outono-inverno de brilhar em ocasião posterior. Afinal de contas, os convidados apresentaram-se, como naturalmente a situação convidava, em Tom Ford (que é como quem diz, o prémio acabaria sempre por sair à casa). Do cocktail black dress de JLo (a fórmula ficou completa com a gargantilha de brilhantes e os peep-toes não menos vistosos) à saia-lápis de Zellweger (que este domingo pode regressar a casa com a estatueta de Melhor Atriz), sem esquecer a versão masculina em leopardo encarnado de Lil Nas X e o inesperado azul celestial de John Hamm (que completou o look com umas sapatilhas).

Tracee Ellis Ross, Alex Rodriguez, Jennifer Lopez, Renée Zellweger, Jeff Buckley e Rita Wilson © Stefanie Keenan/Getty Images para TOM FORD: AUTUMN/WINTER 2020 RUNWAY SHOW

Se há criador familiarizado com a indústria da sétima arte, esse nome é o de Tom Ford, que além de vestir a A-List de Hollywood dirigiu longas-metragens como “Um Homem Singular” e “Animais Noturnos”. Na noite de sexta-feira, manequins femininos e masculinos recuaram às décadas de 60 e 70 entre calças desestruturadas e blazers sobre t’shirts, para não falar das transparências. De resto, foi Ford quem pediu um momento “very L.A” e o resultado, que surge cerca de quatro anos depois da despedida de Hedi Slimane da Saint Laurent na mesma cidade, ficou alinhado com a expetativa.