Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

No verão passado, no Estádio do Dragão, Portugal conquistou o segundo título internacional da própria história e tornou-se a primeira seleção nacional a ter no respetivo palmarés a Liga das Nações. O torneio, criado para os anos sem Europeu nem Mundial, foi pensado por um português, teve a final four disputada em Portugal e foi conquistado pela seleção portuguesa: na segunda edição, o grupo de Fernando Santos entra enquanto vencedor a defender um título, assim como no Euro 2020.

Liga das Nações. Pensada por um português, organizada em Portugal e a colocar o Engenheiro no topo da história

Essa caminhada começou esta terça-feira, no sorteio da fase de grupos, que decorreu em Amesterdão, na Holanda — a mesma Holanda, precisamente, que Portugal derrotou na final do ano passado, no Dragão. O sorteio da Liga das Nações tinha então Portugal no Pote 1 da Liga A, em conjunto com Holanda, Inglaterra e Suíça, os restantes finalistas da edição anterior. A Seleção Nacional calhou no Grupo 3, em conjunto com a vice-campeã mundial Croácia, a Suécia e ainda França, a campeã do mundo que Portugal já vai encontrar na fase de grupos do Euro 2020.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao contrário do que aconteceu na edição inaugural, porém, os grupos de qualificação serão constituídos por quatro equipas cada um — no ano passado tinham apenas três. Além da Liga A, que apura as quatro seleções que vão estar na final four em junho de 2021, a disputar num desses quatro países, foram ainda sorteados os grupos das Ligas B, C e D. Os primeiros jogos desta fase de grupos serão realizados entre os dias 3 e 5 de setembro de 2020.

Heróis da relva, nobres, valentes e imortais (a crónica da final da Liga das Nações)

O sorteio da fase de grupos da Liga das Nações ditou então a seguinte composição:

Liga A

Grupo 1: Polónia, Bósnia-Herzegovina, Itália, Holanda
Grupo 2: Islândia, Dinamarca, Bélgica, Inglaterra
Grupo 3: Croácia, Suécia, França, Portugal
Grupo 4: Alemanha, Ucrânia, Espanha, Suíça

Liga B

Grupo 1: Roménia, Irlanda do Norte, Noruega, Áustria
Grupo 2: Israel, Eslováquia, Escócia, República Checa
Grupo 3: Hungria, Turquia, Sérvia, Rússia
Grupo 4: Bulgária, República da Irlanda, Finlândia, País de Gales

Liga C

Grupo 1: Azerbaijão, Luxemburgo, Chipre, Montenegro
Grupo 2: Arménia, Estónia, Macedónia do Norte, Geórgia
Grupo 3: Moldávia, Eslovénia, Kosovo, Grécia
Grupo 4: Cazaquistão, Lituânia, Bielorrússia, Albânia

Liga D

Grupo 1: Malta, Andorra, Letónia, Ilhas Faroé
Grupo 2: San Marino, Liechtenstein, Gibraltar

Os potes a sorteio, divididos pelas quatro Ligas, eram então os seguintes:

Liga A

Pote 1: Portugal, Holanda, Inglaterra, Suíça
Pote 2: Bélgica, França, Espanha, Itália
Pote 3: Bósnia-Herzegovina, Ucrânia, Dinamarca, Suécia
Pote 4: Croácia, Polónia, Alemanha, Islândia

Liga B

Pote 1: Rússia, Áustria, País de Gales, República Checa
Pote 2: Escócia, Noruega, Sérvia, Finlândia
Pote 3: Eslováquia, Turquia, República da Irlanda, Irlanda do Norte
Pote 4: Bulgária, Israel, Hungria, Roménia

Liga C

Pote 1: Grécia, Albânia, Montenegro, Geórgia
Pote 2: Macedónia, Kosovo, Bielorrússia, Chipre
Pote 3: Estónia, Eslovénia, Lituânia, Luxemburgo
Pote 4: Arménia, Azerbaijão, Cazaquistão, Moldávia

Liga D

Pote 1: Gibraltar, Ilhas Faroé, Letónia, Liechtenstein
Pote 2: Andorra, Malta, San Marino