O Teatro Aveirense, estrutura municipal de Aveiro com um conjunto de três salas de espetáculo (a maior das quais com capacidade para 603 pessoas), planeia voltar a abrir portas no dia um de junho. Esta é a data a partir do qual o Governo, no plano de “desconfinamento” anunciado há dias, conta permitir a reabertura de “cinemas, teatros, salas de espetáculos e auditórios”, mas com restrições, funcionando “com lugares marcados, lotação reduzida e distanciamento”, devido à pandemia da Covid-19.

A data prevista para a reabertura do Teatro Aveirense foi anunciada em comunicado. “O Teatro Aveirense reabre a 1 de junho com programação regular e com a adoção de todas as medidas e procedimentos de higiene necessários, para que se sinta em segurança a assistir às nossas atividades”, assim como para segurança “de todos os colaboradores, artistas, técnicos e fornecedores”, lê-se no texto.

Entre outras medidas, serão disponibilizadas gratuitamente máscaras para todos os espectadores e gel desinfetante para as mãos. No Teatro Aveirense será implementado um plano de formação em procedimentos de higiene e segurança para toda a Equipa e um modelo de acompanhamento e monitorização”, refere ainda o comunicado.

Os gestores da sala de espetáculos que esteve em obras para recuperação e remodelação no início deste século, e que pertence à Rede Nacional de Teatro e Cine-Teatros públicos (é apoiada em 75% pelo III Quadro Comunitário – Programa Operacional de Cultura – e em 25% pela autarquia local), garantem que a retoma acontecerá com todas as medidas de segurança. E acrescentam: “Com esta medida, a Câmara Municipal de Aveiro, ciente da importância da retoma da dinâmica cultural, social e económica do território, reforça o seu investimento na programação e no apoio à fruição cultural, assumindo o custo adicional da redução do número total de espectadores do Teatro Aveirense nos meses em que se mantiverem as limitações legais e sanitárias decorrentes da pandemia”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Governo prevê para 1 de junho a possível reabertura de salas de espetáculo, teatros e salas de cinema, que funcionarão necessariamente com restrições na lotação e funcionamento. Apesar disso, alguns teatros, como o Teatro Nacional D. Maria II em Lisboa e o Teatro Municipal do Porto, já anunciaram que pretendem retomar atividade apenas a partir de setembro, depois do verão. Ao contrário do Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto, que tal como o Teatro Aveirense prevê reabrir já em junho, de acordo com o jornal Público.

No caso do Teatro Nacional D. Maria II, a apresentação da programação para a próxima temporada será feita online, no dia 28 de junho, às 17h, indicou esta estrutura lisboeta em comunicado.