A Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento (ALAD) lançou o programa de voluntariado “Avós Adotados”, cujo objetivo passa por estabelecer laços de amizade para quebrar o isolamento social, foi esta segunda-feira anunciado.

“Este programa visa assim angariar voluntários com disponibilidade para adotar um ‘avô’ ou uma ‘avó’ que resida sozinho(a) e que se encontre numa situação de maior vulnerabilidade social”, explica a ALAD, em comunicado.

O programa de voluntariado “Avós Adotados” surge no âmbito do projeto Contrato Local de Desenvolvimento Social 4G (CLDS 4G).

“Com esta ação, a equipa do CLDS 4G espera colmatar situações de isolamento social dos seniores residentes no município de Castelo Branco, contando também nesta linha com o apoio de diversas instituições da rede social do território, para a sinalização destes casos”, lê-se na nota.

O objetivo passa por, através de um contacto telefónico regular e de uma palavra amiga, estabelecer um laço de proximidade que sirva para quebrar os níveis de isolamento social de idosos.

Os interessados em participar no programa podem inscrever-se no formulário disponível na página www.facebook.com/clds4gcastelobranco, pelo telefone 272 325 126 ou através do email, clds4gcastelobranco@amatolusitano-ad.pt.

Este projeto é tutelado pelo Instituto de Segurança Social e financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POIDE), e conta com um período de execução de 36 meses.