Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O diploma do Governo que proíbe “festivais e espetáculos de natureza análoga” até 30 de setembro, com exceção de festivais e espetáculos análogos “com lugar marcado e no respeito pela lotação especificamente definida pela DGS“, foi aprovado esta quinta-feira na generalidade, na Assembleia da República.

A proposta foi votada favoravelmente, na fase de generalidade, por Partido Socialista e PAN e teve o voto contra da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira. As restantes bancadas — PSD, CDS, BE, CDU, Chega e Iniciativa Liberal — abstiveram-se.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.