O que é que mais valoriza: notas excelentes nos exames nacionais ou completar o secundário sem nenhum chumbo? Uma combinação dos dois seria o ideal, mas são poucas as escolas que conseguem apresentar bons resultados em ambos os parâmetros.

Mais uma vez, como em anos anteriores, as escolas privadas dominam o ranking baseado nas notas dos exames nacionais: a primeira escola pública só aparece no 37.º lugar. Mas por outro lado, as escolas públicas ocupam oito dos 10 primeiros lugares do ranking baseado nos percursos de sucesso — quando os alunos têm positiva nos exames nacionais sem terem chumbado no secundário.

O Observador voltou a contar com a colaboração da Nova School of Business and Economics (Nova SBE) na elaboração dos rankings das escolas, com base nos dados fornecidos pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) e Júri Nacional de Exames (JNE) para o ano letivo 2018/2019. Em baixo pode encontrar 10 tabelas com os melhores e os piores resultados das escolas no ano passado. As listas completas dos rankings vão estar aqui, onde pode, por exemplo, fazer a pesquisa por uma escola específica.

Alunos de contextos desfavorecidos podem ter percursos de sucesso

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.