O Vietname está a retirar 80 mil pessoas, na maioria turistas locais, da cidade de Danang, depois de três residentes terem testado positivo à Covid-19 durante o fim de semana. No sábado foi detetado o primeiro caso após 99 dias sem casos ativos e no domingo foram detetados mais três casos, na zona de Danang.

Covid-19. Vietname regista primeira infeção local após 99 dias sem novos casos

A retirada de pessoas vai demorar, no mínimo, quatro dias e será feita através de cerca de 100 voos diários que irão transportar as pessoas para 11 cidades viatnamitas. As medidas de distanciamento social já foram impostas na cidade e o Ministério da Saúde pede que aqueles que saiam de Danang cumpram uma quarentena em casa durante 14 dias.

Apesar do Vietname ainda não aceitar turistas estrangeiros, houve um aumento de turistas locais que aproveitam os descontos das companhias aéreas e dos resorts do país.

Após a descoberta dos novos casos, o primeiro-ministro vietnamita ordenou que a polícia intensificasse a repressão à imigração ilegal no país. De acordo com a Reuters, meios de comunicação locais afirmaram que a polícia deteve em Danang, um homem chinês, de 42 anos, líder de uma organização ilegal que ajuda pessoas da China a entrar em Vietname. No entanto,  as autoridades ainda não ligaram nenhum dos casos positivos à imigração ilegal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As autoridades vietnamitas têm sido elogiadas pela Organização Mundial de Saúde pela sua resposta rápida à pandemia, desde finais de janeiro, quando adotaram as primeiras medidas, incluindo o cancelamento das ligações aéreas com a China e o encerramento das escolas.