Obrigado por ser nosso assinante. Não se esqueça de subscrever a nossa Newsletter exclusiva dos bastidores.

Mais do que a batalha para ver qual é a berlina mais rápida no Anel Norte (Nordschleife) do traçado de Nürburgring, que segundo o regulamento pertence ao XE SV Project 8 da Jaguar, uma edição especial do modelo britânico produzido em quantidades reduzidas, a guerra entre a Mercedes-AMG e a Porsche tem muito mais a ver com a liderança entre as berlinas germânicas na pista do seu país.

É bom ter presente que, quando se fala de berlinas de luxo, a liderança esmagadora das vendas pertence aos fabricantes alemães, mesmo quando era o Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio que detinha o recorde, que depois foi batido pela Jaguar. Quer isto dizer que os construtores locais, mais do que bater os fabricantes estrangeiros, querem mesmo é ser os melhores entre os germânicos.

A Porsche visitou Nürburgring com o objectivo de tentar retirar uns segundos por volta ao registo que tinha conseguido com o Panamera Turbo S, mas já com a berlina que, juntamente com o facelift, estreia algumas novas soluções. A versão escolhida para rodar na histórica pista foi o Panamera Turbo, uma vez que o Panamera mais possante é um PHEV, com uma pequena bateria que não garante ajudas eléctricas durante os 20,832 km do circuito, por falta de capacidade.

Para complicar ainda mais os cálculos, a organização do circuito alterou a extensão da pista para quem pretende registar um recorde, fazendo o veículo sair para o circuito cerca de 200 metros antes de passar pela linha de meta, o que desactualizou todos os tempos anteriormente registados, obrigando a realizar uma conversão que é, no mínimo, discutível.

Feitas as contas, o Mercedes-AMG GT 63S 4Matic+ registou em 2018 (na pista com 20,6 km) um tempo de 7.25,41, valor que agora, com a mencionada conversão, foi despromovido para 7.30,109. Ora sucede que o melhor tempo registado pelo renovado Panamera foi de 7.29,81, apenas umas décimas de segundo mais rápido do que o Mercedes-AMG, o que levou a Mercedes a anunciar que “está na altura de regressar de novo a Nürburgring”. E a luta entre as duas berlinas de luxo alemãs promete, tanto mais que a diferença entre elas é mínima.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR