Uma equipa amadora alemã perdeu este domingo 37-0 por tentar manter o distanciamento social durante o jogo, após saber que os jogadores da equipa adversária estiveram em contacto com uma pessoa infetada, noticiou a ESPN.

O presidente do FC Dollendorf-Ripsdorf ainda tentou adiar o encontro marcado com o SV Holdenstedt II, depois de se ter ficado a saber que os jogadores da equipa adversária tinham estado em contacto com um jogador infetado na partida anterior. Mas todos os jogadores testaram negativo, não sendo assim possível adiar o encontro.

No entanto, o presidente do FC Dollendorf-Ripsdorf considerou que as condições de segurança não estavam garantidas por ainda não terem passado 14 dias, tendo sido confrontado com duas hipóteses: ou a sua equipa, do 11.º escalão da Alemanha, jogava ou era multada por falta de comparência. Alguns dos jogadores rejeitaram jogar com medo de serem infetados, mas sete voluntariaram-se para dar continuidade à partida.

Estamos gratos por esses sete jogadores se terem voluntariado, ou então o clube teria de enfrentar uma multa de 200€ por abandonar a partida. É muito dinheiro para nós, especialmente no meio da pandemia”, disse o presidente à ESPN.

Os jogadores em campo respeitaram o distanciamento social e não se aproximaram de quem tinha a posse de bola. O resultado? Golo atrás de golo e a equipa perdeu 37-0. Fazendo as contas é um golo a cada dois minutos e meio.